67,8% reajustes salariais em outubro ficou acima da inflação

No mês de outubro, 67,8% dos reajustes salariais negociados ficaram acima da inflação.

Em 24/11/2022 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: © Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O salariômetro mostra também que 16,6% das negociações garantiram reajuste igual ao INPC e 15,5% dos instrumentos analisados ficaram abaixo da inflação.

Em outubro, 67,8% dos reajustes salariais negociados ficaram acima da inflação, mostra o boletim Salariômetro - Mercado de Trabalho e Negociações Coletivas, divulgado mensalmente pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

Segundo a fundação, de 2021 para 2022 percebe-se um movimento de reajustes acima do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). O reajuste mediano ficou em 8,1%, calculado a partir da análise de 283 instrumentos que tiveram correção. O piso mediano em outubro foi de R$ 1.518. O INPC acumulado nos últimos 12 meses é de 7,2%.

O salariômetro mostra também que 16,6% das negociações garantiram reajuste igual ao INPC e 15,5% dos instrumentos analisados ficaram abaixo da inflação.

Entre os dados divulgados, a Fipe apresenta também uma prévia do salariômetro de novembro. A previsão é que o reajuste médio fique em 7,3%, sendo que 62,8% das negociações devem ficar acima do INPC.

Até o fechamento do boletim, foram reunidos 43 instrumentos para o cálculo da prévia. Nesse sentido, os resultados preliminares podem se alterar com outras informações agregadas. Para a data-base de outubro, a inflação deve ficar em 6,5%.

De janeiro a outubro, o setor que teve maior reajuste mediano real por atividade foi a indústria de joalheria, com oito instrumentos e índice de 0,76% acima da inflação. Em seguida está o setor de vigilância e segurança privada, com 0,26% de ganho real.

Na outra ponta da lista estão as empresas jornalísticas que, no ano, tiveram índice de reajuste mediano real de 3,52% abaixo da inflação. O penúltimo da lista é o setor de Radiodifusão e Televisão, com 2,41% abaixo da inflação.

Metodologia

O acompanhamento das negociações coletivas é feito por meio de acordos e convenções registrados no Mediador do Ministério da Economia.

A Fipe coleta os dados e informações disponíveis no sistema, tabula e organiza os valores observados para 40 resultados da negociação coletiva, reunidos em acordos e convenções e também por atividade econômica e setores econômicos. (Por Camila Maciel/Agência Brasil)

Leia também:

Tarifa de energia elétrica deve subir, em média, 5,6%, em 2023
Clima econômico do Brasil cresce 30 pontos, revela FGV
Governo bloqueia R$ 5,7 bi do Orçamento para cumprir teto
Intenção de consumo alcança maior nível desde abril de 2020
Mercado financeiro eleva projeção da inflação para 5,88%
BC adia em 6 meses exigência de capital para grandes fintechs
> Indústria tem desempenho negativo em outubro, diz CNI
IBGE: desemprego cai em seis estados no terceiro trimestre
IGP-10 tem queda de preços de 0,59% no mês de novembro
Abate de bovinos tem alta de 11,2% no terceiro trimestre

TAGS:
REAJUSTES | SALARIAIS | OUTUBRO | INFLAÇÃO | NEGOCIAÇÕES