Argentina derrota Brasil no Maracanã e é campeã da América

Neste sábado (10), a Argentina derrotou o Brasil por 1 a 0, com gol marcado por Di Maria.

Em 10/07/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: Copa América/Divulgação/Conmebol

Com golaço marcado por Di María, os argentinos controlaram as ações da partida e seguraram o time comandado por Tite.

A Seleção Brasileira não conseguiu o bi. Neste sábado (10), a Argentina derrotou o Brasil por 1 a 0, no Maracanã, e conquistou a Copa América. Com gol marcado por Di María, os argentinos controlaram as ações da partida e seguraram o time comandado por Tite.

O Brasil foi muito bem marcado na primeira etapa e não conseguiu criar, fazendo com que Martínez atuasse tranquilo. A Argentina foi eficiente e marcou o seu gol com Di María, aproveitando falha de Renan Lodi, que não conseguiu cortar a bola. Assim, a Seleção foi para o vestiário sem ter levado perigo no ataque.

A Seleção Brasileira voltou melhor do intervalo, marcando um gol anulado por impedimento e criando outra chance, desperdiçada por Richarlison. No entanto, a partir de então, a Argentina conseguiu se defender de maneira sólida, amarrou a partida e garantiu a vitória.

Este foi o 15º título de Copa América conquistado pela Argentina, que igualou o Uruguai como o país com mais conquistas do torneio. Foi também o primeiro troféu que Lionel Messi levantou pela sua seleção.

O jogo

Os primeiros minutos no Maracanã foram de muita disputa física, erros de passe e tensão, com os times encontrando dificuldade para criar. A primeira finalização foi do Brasil, com Richarlison. Neymar recebeu lançamento e ajeitou para o atacante, que bateu, viu a bola desviar e parar em Martínez.


Di Maria e Lautaro Martinez comemoram gol da vitória da Argentina sobre o Brasil, em pleno Maracanã (RJ). Foto: Divulgação/Conmebol

No entanto, foi a Argentina que marcou. Aos 21 minutos, De Paul fez belo lançamento para Di Maria. Renan Lodi não conseguiu cortar a bola, e o jogador do PSG encobriu Ederson para abrir o placar. Na sequência, Messi arrancou do meio-campo, passou pela marcação e finalizou à direita do gol.

Segundo tempo

Aos sete minutos da etapa final, Richarlison chegou a balançar as redes, porém estava impedido no início da jogada. Na sequência, o atacante voltou a ter uma oportunidade, recebendo passe de Neymar. O camisa 7 encheu o pé e parou em defesa de Martínez.

Neymar seguiu driblando e comandando as ações ofensivas, sendo parado com faltas. O camisa 10 encontrou Paquetá dentro da área, mas o meio-campista isolou a bola. Depois, Vinicius Jr partiu para a jogada individual, serviu Gabigol, e o atacante do Flamengo chutou para fora, com desvio.

Gabigol teve nova chance, dessa vez pegando rebote dentro da área e exigindo defesa de Martínez. Na reta final da partida, a Seleção Brasileira passou a apostar em cruzamentos, que foram neutralizados pela defesa argentina. De Paul quase marcou o segundo dos argentinos, ficando na cara de Ederson e desperdiçando. Após o apito final, os visitantes voltaram a conquistar um título depois de 28 anos.

Ficha técnica

BRASIL 0 X 1 ARGENTINA
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 10 de julho de 2021, sábado
Hora: 21h (de Brasília)
Árbitro: Esteban Ostojich (URU)
Assistentes: Carlos Barreiro (URU) e Martín Soppi (URU)
VAR: Andrés Cunha (URU)
Cartões amarelos: Fred, Renan Lodi, Paquetá (Brasil); Paredes, Lo Celso, De Paul, Otamendi (Argentina)
GOLS
Argentina: Di María (21 minutos do 1º tempo)
BRASIL
Ederson, Danilo, Thiago Silva, Marquinhos e Renan Lodi (Emerson); Casemiro, Fred (Roberto Firmino) e Lucas Paquetá (Gabigol); Éverton Cebolinha (Vinicius Jr), Neymar e Richarlison. Técnico: Tite
ARGENTINA
Emiliano Martínez; Montiel, Otamendi, Romero (Pezzela) e Acuña; Paredes (Guido Rodríguez), Lo Celso (Tagliafico), De Paul, Di María (Palacios); Messi e Lautaro Martínez (Nico González). Técnico: Lionel Scaloni. (Gazeta Esportiva)

Leia também:

> Verstappen destaca boa relação com parceiro Sérgio Pérez
Meia Foden sofre pancada e vira problema para Southgate
Inglaterra venceu a Dinamarca e vai à final da Eurocopa
GP da Austrália de F-1 é cancelado pelo 2º ano consecutivo
Max Verstappen vence o Grande Prêmio da Áustria de F1
Inglaterra goleia a Ucrânia e vai para a semi da Eurocopa
Dinamarca vence a República Tcheca e vai à semi da Euro
Max Verstappen comemora pole para GP da Áustria de F1
Em grande jogo, Itália vence a Bélgica e vai à semi da Euro
Espanha vence Suíça nos pênaltis e está na semifinal da Euro
Euro: Inglaterra vence a Alemanha e Ucrânia vence a Suécia
Espanha e suíça avançam para quartas de final da Eurocopa
República Tcheca e Bélgica avançam para as quartas da Euro
Max Verstappen vence de ponta a ponta o GP da Estíria de F1
Verstappen coloca Red Bull na pole em casa no GP da Estíria
Itália e Dinamarca vencem e vão às quartas da Eurocopa
Bonucci analisa a Áustria, próxima adversária da Itália na Euro
GP da Turquia adicionado ao calendário da F1 em outubro
GP de Silverstone de Fórmula 1 terá lotação máxima de público
Max Verstappen vence o Grande Prêmio de Paul Ricard de F1
GP de São Paulo de F1 esgota primeiro lote de ingressos
Messi brilha e Argentina vence o Uruguai na Copa América
Eriksen tinha partido e o trouxemos de volta, afirma médico
> Inglaterra estreia com vitória sobre a Croácia na Eurocopa
Mexicano Sergio Pérez vence GP do Azerbaijão de Fórmula 1
Hamilton e Verstappen brincam sobre seus chefes de equipe
Charles Leclerc larga na pole no GP do Azerbaijão de F1
Grande Prêmio de Singapura de Fórmula 1 está cancelado
Com Tolói e Jorginho, Mancini convoca a Seleção Italiana
Libertadores: Flamengo, Atlético e São Paulo pegam argentinos
Conmebol sorteia oitavas da Libertadores nesta terça (1º)
Nem Colômbia nem Argentina: Copa América será no Brasil
Chelsea vence o City e conquista o bi da Liga dos Campeões
Chelsea e Manchester City fazem final da Liga dos Campeões
Daniel Alves é cortado da seleção e Tite convoca Emerson
Hansi Flick será o técnico da Seleção Alemã após a Eurocopa

TAGS
EUROCOPA | LIBERTADORES | CONMEBOL | TÓQUIO 2020 | SUPERLIGA | UEFA | F1