Bottas vence corrida sprint, mas Verstappen herda pole na Itália

Bottas confirmou a vitória, enquanto Verstappen fechou o dia como verdadeiro vencedor.

Em 11/09/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: Mercedes / Grande Prêmio

Em dia de revés inesperado para a Mercedes, Valtteri Bottas levou a corrida sprint, mas Max Verstappen foi o maior vencedor do sábado com o erro de Lewis Hamilton na largada.

Valtteri Bottas venceu a segunda corrida sprint da Fórmula 1, mas Max Verstappen fechou o sábado (11) em Monza como o grande vencedor. O holandês terminou a corrida de classificação na Itália em segundo lugar, só atrás do finlandês da Mercedes, mas vai largar na pole por conta da troca de motor providenciada pela equipe heptacampeã, o que vai fazer Bottas abrir o GP da Itália no fim do grid. Para melhorar ainda mais o cenário para Max, Lewis Hamilton errou na largada e não passou do quinto lugar na corrida sprint. O britânico foi o grande perdedor do dia.

Assim, Bottas somou 3 pontos extras com o triunfo desta tarde, enquanto Verstappen somou 2 pelo segundo lugar. A terceira posição na corrida sprint ficou com Daniel Ricciardo, da McLaren, na melhor jornada com a equipe britânica. De quebra, o australiano somou 1 ponto. E Hamilton, além de ficar só na terceira fila do grid da corrida principal, ficou sem pontos e viu a diferença no campeonato aumentar para 5 tentos em relação ao líder do campeonato.

Como foi

A segunda corrida sprint da história da Fórmula 1 começou com 28ºC de temperatura ambiente e 43ºC na pista. Antes, Marcell Jacobs, italiano que foi campeão olímpico nos 100m rasos e do revezamento 4 x 100m nos Jogos de Tóquio, simulou uma partida na prova que o consagrou em 2021.

Antes mesmo da largada, a Mercedes já tinha acertado nos bastidores para Valtteri Bottas deixar Lewis Hamilton passar e abrir o máximo de pontos para Max Verstappen ao longo da corrida deste sábado.

"Gostaria de passar pela primeira curva em 1-2 na mesma formação [da largada]. Vimos que existem muitas variáveis na largada, e então tudo vai se ajeitar", disse o chefe da equipe. Bottas, Hamilton e Verstappen optaram pela estratégia de iniciar a prova com pneus médios.

A Mercedes só não esperava que Hamilton largasse muito mal. O heptacampeão não tracionou bem e perdeu muitas posições nos primeiros metros e caiu de segundo para quinto. Bottas partiu bem e manteve a primeira posição, seguido por Verstappen e Daniel Ricciardo, que largou com pneus macios e conseguiu passar Lando Norris antes da chicane.

Ainda na primeira volta, Pierre Gasly chegou a tocar de leve na McLaren de Ricciardo e teve uma avaria na asa dianteira. O francês, que ganhou em Monza em 2020, perdeu o controle do carro da AlphaTauri e bateu com força na Curva Grande. Safety-car na pista. Lá atrás, Yuki Tsunoda se envolveu em um incidente com Robert Kubica e xingou o polonês: "Idiota", disparou.

A relargada foi dada pela direção de prova na volta 4. Bottas manteve a dianteira, com Verstappen em segundo e as McLaren de Ricciardo e Norris mais atrás. Em quinto, Hamilton tinha de lutar com os carros à frente, a começar pelo compatriota.

Bottas manteve uma vantagem ligeiramente confortável perante Verstappen, que despontava como o grande vitorioso no sábado em Monza em razão do revés de Hamilton na largada. A corrida sprint estava agitada mesmo no meio do pelotão com a disputa que envolvia Sergio Pérez, em nono, Lance Stroll em décimo, Fernando Alonso em 11º e Sebastian Vettel, que vinha mais atrás.

O top-10 da corrida era formado por Bottas, Verstappen, Ricciardo, Norris, Hamilton, Charles Leclerc, Carlos Sainz, Antonio Giovinazzi, Pérez e Stroll.

A corrida seguiu sem muitas mudanças nas posições de ponta. Verstappen tentou se aproximar de Bottas, mas o finlandês estava confortavelmente na frente. Hamilton buscava chegar em Norris, mas o jovem piloto da McLaren conseguia se manter com força em quarto. A única grande disputa era pelo oitavo lugar, com Pérez na cola de Giovinazzi.

No fim das contas, depois de 18 voltas, Bottas confirmou a vitória, enquanto Verstappen fechou o dia como verdadeiro grande vencedor em Monza. Para decepção total de Hamilton.

O Grande Prêmio de Monza de Fórmula 1, acontecerá neste domingo (12), com largada prevista para 10h (de Brasília).

Resultado da sprint:
1) Valtteri Bottas (Mercedes)
2) Max Verstappen (Red Bull/Honda)
3) Daniel Ricciardo (McLaren/Mercedes)
4) Lando Norris (McLaren/Mercedes)
5) Lewis Hamilton (Mercedes)
6) Charles Leclerc (Ferrari)
7) Carlos Sainz Jr. (Ferrari)
8) A.Giovinazzi (Alfa Romeo/Ferrari)
9) Sergio Pérez (Red Bull/Honda)
10) Lance Stroll (Aston Martin/Mercedes)
11) Fernando Alonso (Alpine/Renault)
12) Sebastian Vettel (Aston Martin/Mercedes)
13) Esteban Ocon (Alpine/Renault)
14) Nicholas Latifi (Williams/Mercedes)
15) George Russell (Williams/Mercedes)
16) Yuki Tsunoda (AlphaTauri/Honda)
17) Nikita Mazepin (Haas/Ferrari)
18) Robert Kubica (Alfa Romeo/Ferrari)
19) Mick Schumacher (Haas/Ferrari)
20) Pierre Gasly (AlphaTauri/Honda) - (Por Fernando Silva - Grande Prêmio - Por Gabriel Gavinelli - F1 Mania)

Leia também:

Bottas larga na frente em corrida sprint da F1 em Monza
Flamengo contrata zagueiro David Luiz até dezembro de 22
Brasil vence Peru por 2 x 0 e mantém 100% nas Eliminatórias
Alison dos Santos é prata na etapa de Zurique da Diamond
Japão desiste de organizar Mundial de Clubes por pandemia
CPB quer acesso às imagens que tiraram ouro de brasileiro
Equipe Williams de F1 confirma Albon para o lugar de Russell
Fifa abre processo disciplinar contra Brasil e Argentina
George Russell substitui Valtteri Botas na equipe Mercedes
Pelé foi operado em SP para retirada de um tumor no cólon
Delegação argentina foi informada a tempo sobre irregularidade

TAGS:
FÓRMULA 1 | VALTTERI BOTTAS | ALFA ROMEO | MERCEDES | CORRIDA | SPRINT | CONTRATO