Cacau de Linhares é finalista do Concurso Nacional de Cacau

2 Linharenses estão entre os 10 finalistas do III Concurso Nacional de Cacau Especial do Brasil

Em 05/10/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: Ascom/PML

Os finalistas serão submetidos a uma auditoria para verificação das informações declaradas que resultará numa nota de sustentabilidade que também compõe a nota final da amostra.

Os linharenses Emir de Macedo G. Filho e Fernando Rigo Buffon estão entre os dez finalistas do III Concurso Nacional de Cacau Especial do Brasil – Sustentabilidade e Qualidade, na Categoria Varietal, aquela que os fatores determinantes para a escolha são o aroma e o sabor. Os cacauicultores estão representando o Espírito Santo no concurso em que os vencedores serão revelados no dia 22 de novembro, durante a cerimônia de premiação que acontecerá em Ilhéus, na Bahia.

Agora, conforme informações do Centro de Inovação do Cacau (CIC), as amostras classificadas passarão por análise sensorial do líquor pelo júri técnico e pela análise dos chocolates por um júri de convidados composto por chefs renomados, jornalistas, empresários do setor, dentre outros.

Ainda nesta última fase os finalistas serão submetidos a uma auditoria para verificação das informações declaradas que resultará numa nota de sustentabilidade que também compõe a nota final da amostra.

Um dos finalistas é o produtor Emir de Macedo Gomes Filho.

“Esse título seria para mim a consagração de um trabalho feito com muita dedicação. Nosso cacau já venceu três vezes o Concurso de Qualidade de Amêndoas de Cacau da Prefeitura de Linhares, na Categoria Linhares, em 2019 ganhamos a edição nacional do Concurso Nacional de Cacau Especial e, em 2017, o título internacional no Salão de Chocolate, em Paris. Todo esse reconhecimento abre portas para novos compradores e o produto é mais valorizado. Isso mostra, também, que o Espírito Santo vem se destacando nesse critério de qualidade e de tecnologia atingindo um padrão de excelência”, disse Emir.

O linharense Fernando Rigo Buffon também representa o Espírito Santo na final do concurso.

“Eu participo de todos os concursos possíveis, por ser uma oportunidade de expor a qualidade do nosso produto, resultado de muito estudo, comprometimento e respeitando os conhecimentos que meu avô passou para o meu pai, que passou para mim. Há 6 anos trabalho com meu pai na fábrica de chocolate e estamos nos dedicando a produzir não só muito cacau, mas um produto de qualidade superior. Já colhemos resultados positivos e ficamos em primeiro lugar no ano passado na Categoria Blend e no ranqueamento geral de todas as categorias do Concurso Nacional de Cacau Especial do Brasil”, destacou Fernando.

O prefeito de Linhares, Guerino Zanon, pontuou que a cultura do cacau é extremamente importante para economia e remonta mais de 100 anos desde a sua introdução na cidade, parabenizando a participação dos produtores que já é uma grande conquista.

“Saber que o cacau de Linhares está mais uma vez representando o Espírito Santo em um concurso nacional me deixa muito feliz. Os resultados alcançados pelo Emir e pelo Fernando, e por tantos outros produtores que se dedicam à essa cultura, é reflexo de um trabalho árduo e empenho para melhorar as práticas de produção do fruto. Desde o início a Prefeitura tem focado no fomento e resgate de uma cultura que faz parte da história da cidade e que se fortalecerá cada vez mais”, frisou Zanon.

Renovação da lavoura cacaueira

O secretário Municipal de Agricultura, Franco Fiorot, parabenizou os produtores pela dedicação à cultura do cacau que continua fazendo história em Linhares e as ações do município para fomento à renovação da lavoura há anos devastada com a doença vassoura de bruxa e para elevar a qualidade do fruto.

“Parabenizo os cacauicultores pela conquista, fruto de muito trabalho e dedicação. Desde 2017 temos contribuído e incentivando os produtores com diversas ações, dentre elas o concurso de qualidade de cacau e a distribuição de mudas, que somando a nova entrega que faremos a partir de janeiro, serão mais de 110 mil unidades distribuídas via subsídio ao produtor, selecionado por meio de edital, que também recebe assistência técnica. Importante ressaltar também a criação do Fundo do Cacau, que é para onde vai a contrapartida do produtor que adquire as mudas e os valores são revertidos em investimentos no setor”, ressaltou o secretário. (Por Valda Pessotti Ravani-Ascom/PML)

Leia também:

Produtores de uva de Linhares fazem visita em Santa Teresa
Banestes faz parceria para apoiar produção de cafés especiais
Produção de uvas cresce cada vez mais em Alfredo Chaves
Incaper exibe experiências da agricultura familiar no Estado
Banestes já liberou 720 milhões em crédito emergencial
Preço do feijão carioca dispara nos mercados de Linhares
Incaper realiza cursos de cultivo de cacau só para mulheres
Atividade econômica do ES cresceu 0,2% no segundo trimestre
Procon de Vila Velha estimula comércio local no Dia Do Cliente
> ​Procon de Vila Velha atento ao aumento do preço da gasolina
Preços dos materiais de construção têm variação de 420%

TAGS:
AGRICULTURA | CONCURSO | CACAU | LINHARES | CACAUICULTORES