Coreia do Norte lança míssil balístico a partir de comboio

Míssil voou cerca de 800 quilômetros até que caiu no mar, ao norte da costa norte-coreana. 

Em 17/09/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: © Agência Reuters

Na última quarta-feira (15), o país tinha lançado dois mísseis balísticos e, antes disso, outro míssil cruzeiro que a Coreia do Sul suspeita que tenha capacidade nuclear. 

A Coreia do Norte lançou um míssil, a partir de um comboio, em mais uma demonstração de força. A agência central de notícias do país informou que se trata de um sistema desenhado para um potencial contra-ataque a quaisquer forças que ameacem o país.

O míssil voou cerca de 800 quilômetros até que caiu no mar, ao norte da costa norte-coreana. 

Na última quarta-feira (15), o país tinha lançado dois mísseis balísticos e, antes disso, outro míssil cruzeiro que a Coreia do Sul suspeita que tenha capacidade nuclear. 

A tensão entre as Coreias subiu de nível nos últimos tempos.

Esse teste dos norte-coreanos ocorre no momento em que a Coreia do Sul testou um míssil balístico lançado a partir de um submarino, tornando-se o primeiro país sem armas nucleares a desenvolver o sistema, diz a Reuters.

Apesar dos protestos da comunidade internacional sobre o constante desenvolvimento de armas pela Coreia do Norte, com suspeita de capacidadesnuclear, o país continua a caminhada de desafio. (RTP - Pyongyang)

Leia também:

EUA, Reino Unido e Austrália fazem pacto para conter China
Biden convoca cúpula com líderes mundiais para debater clima
Estado assina termo com Câmara Portuguesa de Negócios
Biden e Xi conversam para evitar conflito entre EUA e China
Por telefone, Draghi e Xi Jinping discutem G20 e Afeganistão
Autoridades de 26 países alertam para riscos à democracia
Nova Zelândia suspende restrições por covid, exceto Auckland
Nova Zelândia prolonga restrição nacional por foco de covid
Caçaremos vocês e faremos pagar, é o recado de Biden ao EI
Compromisso com a Ásia: Kamala Harris visita o Vietnã
Líderes do G7 se reúnem na terça para discutir Afeganistão

TAGS:
COREIA DO NORTE | MÍSSEL | TESTE | CHINA | REINO UNIDO | ESTADOS UNIDOS | CASA BRANCA