Definido tempo de propaganda eleitoral no rádio e TV

O TSE definiu o tempo que os partidos eleitorais terão na propaganda gratuita no rádio e TV

Em 27/01/2022 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: © Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Justiça Eleitoral usou o desempenho das legendas nas eleições gerais de 2018 para distribuição do tempo, além de eventuais retotalizações de votos para a Câmara dos Deputados, fusões e incorporações de legendas.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) definiu o tempo que os partidos terão na propaganda gratuita no rádio e TV. De acordo com portaria publicada na terça-feira (25), as legendas com mais tempo serão DEM, MDB, PDT, PL, PP, PSB, PSD, PSDB, PSL, PT e Republicanos. Todos terão disponíveis 20 minutos e 40 inserções nos dois meios de comunicação durante o primeiro semestre deste ano.

A Justiça Eleitoral usou o desempenho das legendas nas eleições gerais de 2018 para distribuição do tempo, além de eventuais retotalizações de votos para a Câmara dos Deputados, fusões e incorporações de legendas. No total, foram distribuídos 305 minutos de veiculação e 610 inserções aos 23 partidos que cumpriram os requisitos.

Na propaganda gratuita, os partidos devem cumprir a legislação eleitoral e veicular conteúdos que difundam os ideais partidários, mensagens aos filiados, temas de interesse da sociedade e promoção da inclusão na vida política do país.

O tempo definido pelo TSE não tem relação com a propaganda eleitoral destinada à apresentação dos candidatos que vão concorrer às eleições de outubro.

O horário eleitoral gratuito terá início somente em agosto. (Agência Brasil)

Leia também:

Bolsonaro sanciona R$ 1,7 bilhões para reajuste de servidores
Governo libera milhões para rodovias atingidas por chuvas
Bolsonaro negocia PEC para zerar impostos sobre combustíveis
Lula e Sergio Moro sobem o tom a 9 meses da eleição
Jair Bolsonaro cogita ministra Damares Alves para Senado
Bolsonaro admite problemas para a reeleição e pede união
Centrão não garante o apoio a bolsonaristas nos Estados
Eleições: Bolsonaro diz que pretende ir a todos os debates
"Se pudesse, ficaria livre da Petrobras", diz Jair Bolsonaro
Bolsonaro volta culpar política do "fique em casa" por inflação

TAGS:
TSE | PROPAGANDA ELEITORAL | PARTIDOS | JUSTIÇA ELEITORAL | ELEIÇÕES