Educação: Projeto Cactus já reúne 160 estudantes de Aracruz

Os inscritos assistem a aulas com objetivo de ampliar o conhecimento lógico-matemático

Em 22/06/2022 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: Reprodução/UOL

Em 2021, o projeto piloto atuava com 60 alunos divididos em duas turmas. Já neste ano, cerca de 160 estudantes (quatro turmas) estão participando do Cactus e quatro professores estão lecionando para ampliar os conhecimentos e habilidades.

Os estudantes da Rede Municipal de Ensino, do 6º ao 9º ano, que possuem habilidades na disciplina matemática, podem participar do Projeto Cactus, oferecido pela Secretaria Municipal de Educação (Semed). Aos sábados, no formato on-line, das 8h às 10h, os inscritos assistem a aulas com o objetivo de ampliar o conhecimento lógico-matemático, favorecendo a resolução de desafios aos estudantes, no intuito de prepará-los para outros processos de seleção de estudos, olimpíadas e concursos.

Em 2021, o projeto piloto atuava com 60 alunos divididos em duas turmas. Já neste ano, cerca de 160 estudantes (quatro turmas) estão participando do Cactus e quatro professores estão lecionando para ampliar os conhecimentos e habilidades. Os estudantes, que dedicam parte dos sábados aos estudos, são divididos em dois níveis (I e II), de acordo com o ano cursado na escola (Nível I - 6º e 7º ano e Nível II - 8º e 9º ano). Uma turma estuda das 7h às 9h e três turmas das 8h às 10h. 

De acordo com a professora da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Luiza Silvina Jardim Rebuzzi e coordenadora do Projeto Cactus, Helania Mara Grippa Rui, novas vagas serão abertas no segundo semestre.

“O número de estudantes interessados no projeto tem crescido bastante e, por isso, abriremos algumas vagas para que os alunos que se identificam e possuam habilidades com a disciplina possam participar. As aulas estão impactando de forma positiva a rotina educativa dos adolescentes da rede municipal de ensino”, disse. 

Para Catiane dos Santos Marques, mãe da aluna Luiza Marques Santiago, de 13 anos, que está no 8º ano, o projeto veio para facilitar a aprendizagem.

“Minha filha estuda na EMEF Caieiras Velha e começou no Cactus no ano passado. Foi medalha de ouro na Olimpíada de Matemática, graças à dedicação dela e dos professores. Participando aos sábados das aulas, ela conseguiu adquirir novos conhecimentos e tem sido engrandecedor, pois ela tem facilidade de aprender tem construído uma base extra. Prova disso é que na sala de aula ela consegue absorver as matérias com mais facilidade. Aliado ao ensino público de excelência que temos em Aracruz, a Luiza tem conseguido obter ótimos resultados nas escolas e nas olimpíadas”, comentou.

A secretária de Educação (Semed) Jenilza Spinassé ressaltou que essa parceria ajuda bastante no desenvolvimento das habilidades dos estudantes.

“Com esse projeto em andamento no município, os nossos estudantes podem dedicar mais tempo aos estudos, na disciplina de matemática, para que tenham aprendizagens significativas. A procura está aumentando e para que novos estudantes tenham a oportunidade, abriremos novas vagas, para que os interessados possam garantir uma melhor base acadêmica para a evolução da vida escolar. E o resultado dos estudantes que participam do projeto são excelentes”.  (Por Thiago de Barros-Secom/PMA)

Leia também:

> 3.949 estudantes disputaram as bolsas do Nossa Bolsa
Tablets com internet são estregues a estudantes de Vitória
Teatro: alunos de Vila Velha têm aula de Educação Ambiental
Escolas promovem um intercambio das disciplinas Eletivas
> ​Vila Velha amplia aulas de judô para mais escolas da rede
Serra: Alunos da EJA participam de atividades sobre Pipat
> Alunos de Guarapari conhecem aldeia indígena em Aracruz
Alunos constroem protótipos de foguetes com recicláveis
Sedu visita as Escolas Estaduais no noroeste do Estado
‘Tarde de Talentos’ é realizada em escola de Afonso Cláudio
Pesquisa revela as práticas indevidas na educação infantil

TAGS:
ESTUDANTES | ARACRUZ | PROJETO CACTUS | AULAS | MATEMÁTICA