ES adota metodologia própria na Educação em Tempo Integral

O material foi apresentado pelo governador, Renato Casagrande, em evento em Vitória.

Em 19/08/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: Hélio Filho/Secom/ES

É um material para formação da rede de profissionais que atuam no Tempo Integral ou que desejam se aprofundar nas metodologias aplicadas nas escolas, feito da Rede para a Rede.

O Governo do Estado anunciou a utilização de uma metodologia própria da modalidade de Educação em Tempo Integral a partir do ano de 2022, com o lançamento do livro “Educação em Tempo Integral no Espírito Santo: história, conceitos e metodologia”.  O material foi apresentado pelo governador do Estado, Renato Casagrande, durante cerimônia de lançamento realizada na noite desta quarta-feira (18) no Palácio Anchieta, em Vitória.

Escrito por mais de 40 profissionais da Rede Estadual de Ensino, dentre eles professores, diretores, coordenadores pedagógicos, profissionais administrativos, de secretaria e financeiros, além de pedagogos e técnicos, o livro tem como finalidade conceituar a oferta desta modalidade de ensino nas Escolas Estaduais capixabas, dispondo de diversas citações e práticas exitosas das unidades de ensino.

É um material para formação da rede de profissionais que atuam no Tempo Integral ou que desejam se aprofundar nas metodologias aplicadas nas escolas, feito da Rede para a Rede. O público-alvo do livro é formado por professores e equipes das escolas de Tempo Integral do Brasil, com foco para o Espírito Santo, podendo ser ampliado para as escolas de tempo parcial também.

“Temos uma tarefa gigantesca na educação. Esse tempo de pandemia tem sido pesado e difícil para todas as áreas, mas principalmente para a educação. Quando tomamos a decisão de suspender as aulas, tivemos apoio de uma parte da população e rejeição de outra. Quando começamos a retomar as aulas, enfrentamos o mesmo debate. Estamos em uma direção correta, vamos abrir mais escolas de Tempo Integral no ano que vem e estamos avançando com essa modalidade de ensino nos municípios”, afirmou o governador.

Casagrande também fez um agradecimento aos profissionais que participaram do desenvolvimento da publicação. “Obrigado aos 47 autores desse livro que estabelece com clareza a metodologia que usamos. É uma importante publicação que pode ser utilizada por um professor que está ingressando no Tempo Integral, um município que irá introduzi-lo ou também pode ser um apoio para outros Estados que não amadureceram essa modalidade de ensino”, pontuou.

O secretário de Estado da Educação, Vitor de Angelo, que foi um dos organizadores do livro, falou mais sobre a publicação.

“Lembro em 2019, quando assumi a Secretaria, que havia sobre a minha mesa uma caixa que constava o modelo de Tempo Integral desenvolvido no Espírito Santo. Era um conteúdo incorporado de Pernambuco. Passada essa fase de incorporação, precisamos dar a nossa cara. E foi assim que uma experiência própria foi desenvolvida aqui no Estado”, contou.

A cerimônia também foi transmitida ao vivo para toda a Rede de Ensino dessa modalidade no Brasil, por meio de parceria com o Instituto Sonho Grande. Durante a transmissão, foram exibidos vídeos dos autores relatando a produção do material. Houve ainda uma apresentação da secretária Executiva de Educação Integral e Profissional da Secretaria Estadual de Educação de Pernambuco, Maria Medeiros, que falou sobre Educação Integral no Brasil e contou a sua experiência no estado pernambucano.

Sobre o livro

Capítulo 1: Resgate Histórico
Busca contar a história da Educação em Tempo Integral no Brasil, com foco posterior em como essa história se desenvolveu no Espírito Santo. Esse capítulo incluiu a história dos três Centros Estaduais Integrados de Educação Rural (Ceier) e como foi a criação e o processo de desenvolvimento desses centros. Além disso, conta sobre o processo de implantação a partir da publicação dos Planos Nacional e Estadual de Educação.

Capítulo 2: Gestão
Sabemos que a boa gestão escolar tem uma grande influência no bom andamento dos processos dentro da escola. Por isso, um capítulo ficou voltado para esse tema, com diferentes abordagens sobre a gestão de pessoas, a importância do monitoramento e do planejamento dentro da escola. O objetivo deste capítulo é trazer à tona não só os procedimentos, mas também ferramentas para o desenvolvimento de uma boa liderança e condução de uma gestão democrática dentro da escola.

Capítulo 3: Administração, Secretaria e Finanças
A escola com oferta de Educação em Tempo Integral tem em sua configuração o coordenador Administrativo, de Secretaria e Financeiro (CASF). Ele é diretamente responsável pela equipe que coordena a parte administrativa, de secretaria e financeira da escola, tão importante para a organização e bom funcionamento. Esse capítulo é voltado para essa organização. Com dicas e estruturação dos procedimentos, o capítulo delineia como se dá o trabalho dessas equipes dentro da escola.

Capítulo 4: Princípios da Educação em Tempo Integral
Existem 10 princípios que regem a Educação em Tempo Integral e são basilares para o funcionamento de todas as escolas. Somados aos oito princípios específicos da Educação do Campo, esse capítulo aborda cada um deles, trazendo exemplos de práticas exitosas e conceituações sobre o significado e aplicação de cada um deles dentro da escola.

Capítulo 5: Projeto de Vida e Espaços de (con)vivência
O Projeto de Vida dos estudantes é o ponto central da escola. Todas as ações, desde as menores até as maiores, devem ser focadas no desenvolvimento dos Projetos de Vida. Dessa forma, esse capítulo é dedicado a conceituar e desenvolver o tema de Projeto de Vida. Além disso, o capítulo também aborda a questão dos espaços da escola, que, para além de espaços de vivência, são espaços de (con)vivência que, quando utilizados com intencionalidade, podem ser de grande valia para o desenvolvimento do estudante e para a escola.

Capítulo 6: Parte Diversificada e Práticas Pedagógicas
Esse capítulo trata dos componentes da Parte Diversificada, conceituando e destrinchando o procedimento de cada um deles, explicitando além da sua importância, como se dá a aplicação desses componentes no dia a dia da escola. Além disso, o capítulo também trata das práticas de Acolhimento e Tutoria, que devem ocorrer dentro da escola e que são tão importantes ao desenvolvimento dos estudantes.

Capítulo 7: Práticas Experimentais
É certo que não se aprende apenas com teoria e que práticas não são apenas para as disciplinas das áreas de Ciências da Natureza e Matemática. Tendo isso em mente, esse capítulo foi escrito para mostrar a importância das práticas experimentais, seu desenvolvimento, mas também salientar a importância das práticas no contexto escolar, sendo possível realizar elementos de práticas em todas as aulas.

O livro, portanto, perpassa todas as áreas mais importantes da Educação em Tempo Integral, desenvolvendo cada um dos pontos de aplicação da escola e garantindo a contextualização do material à realidade do Espírito Santo, a partir da experiência de cada um dos profissionais que atuaram na escrita e elaboração desse projeto. (As informação são do Governo/ES)

Leia também:

Projeto Semearte se torna efetivo na Prefeitura de Cariacica
Estudantes de Serra passam por Teste de Fluência em leitura
Alunos de Vila Velha participam do projeto Escola Vai Ao Parque
ProUni: Prazo para inscrição na lista de espera termina hoje (18)
Prefeitura de Vila Velha define novos projetos para a EJA
Serra faz parceria com o IFES para capacitar alunos do EJA 
Prazo para matrícula no Sisu termina na próxima segunda (16)
Vitória convoca aprovados para atuar no ensino fundamental
Alunas de 84 e 69 anos retornam à sala de aulas em Vila Velha
Prefeitura de Serra vai vacinar os estagiários da Educação
Escolas de Vitória têm agenda especial para o Dia do Estudante
Serra ministra palestras sobre Educação no Trânsito em escola
Em Serra, 95 % dos estudantes voltaram às aulas presenciais
Inscrição para processo seletivo do Sisu termina nesta sexta
MEC e MS assinam portaria orientando sobre retorno às aulas
Qualificar ES abre 26 mil vagas em cursos on-line e gratuitos
Inscrições para o programa Formare vão até dia 9 de agosto
Educação Empreendedora chegará a escolas de 3,2 mil cidades
Grupos 3 e 4: Educação Infantil de Vitória tem retorno presencial
Prefeitura de Vitória convoca aprovados para a Educação
Vila Velha lança projeto literário para ciclo de alfabetização
Qualificar ES abre inscrições para a formação continuada
Enem 2021 tem 3,1 milhões de inscrições confirmadas
Serra abre inscrição no curso para candidato a direção escolar

TAGS:
IFES | EJA | AULAS | PROFESSOR | PROUNI | SISU | EDUCAÇÃO | ENEM | ESCOLAS | ENSINO