ES inicia entrega de cestas básicas a alunos da Rede Estadual

A ação marca o início da distribuição das cestas por conta da suspensão das aulas presenciais.

Em 06/04/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: Hélio Filho-Secom/ES

O governador Renato Casagrande e o secretário de Estado da Educação, Vitor de Angelo, acompanharam, na manhã desta terça-feira (06), o início da entrega das cestas básicas às famílias dos estudantes da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Marinete de Souza Lira, no bairro Feu Rosa,  Serra.  A ação marca o início da distribuição das cestas por conta da suspensão das aulas presenciais em decorrência do atual momento da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). Ao todo, serão contemplados cerca de 115 mil alunos.

“Essa é uma das medidas de proteção social que anunciamos recentemente para minorar o sofrimento das famílias mais vulneráveis que, em uma época de crise, sofrem ainda mais. Estamos entregando cerca de 115 mil cestas, um investimento do Governo do Estado que ultrapassa R$ 11 milhões. Durante o ano passado, quando ficamos sem aulas presenciais por dez meses, entregamos a merenda através de cestas. Agora novamente, vamos entregar as cestas que vão cumprir o papel da merenda na alimentação dessas crianças e jovens”, afirmou o governador.

A unidade escolar está localizada em um dos territórios do Programa Estado Presente em Defesa da Vida e terá 684 alunos contemplados.

“A entrega ocorrerá na parte externa da escola, no estacionamento, em tendas, e as famílias foram agendadas de forma a não gerar aglomeração”, explicou a diretora da Escola Estadual Marinete Souza Lira, Graziely Ameixa Siqueira dos Santos.

Cada escola seguirá o trâmite de viabilização da compra e, assim que concluído, a direção fará contato com os alunos ou responsáveis para marcar a entrega das cestas. Ficará a cargo das escolas desde a compra dos gêneros alimentícios até a entrega dos alimentos. Serão contemplados os alunos cujos responsáveis estão inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

“Considerando que são quatro semanas, com cinco dias úteis em cada uma delas e que seriam cinco dias em que o aluno estaria na escola, se alimentando na unidade escolar, o cálculo foi feito para estes 20 dias úteis. Como o preço médio da alimentação escolar é de R$ 5,00 por dia, chegamos ao cálculo do valor de cada cesta em R$ 100,00. Totalizando, portanto, o investimento de R$ 11,5 milhões, em virtude de estarmos atendendo a 115.500 pessoas”, afirmou Vitor de Angelo.

Maria das Graças, mãe de um aluno da unidade de ensino e que esteve no local para receber a cesta nesta terça-feira, destacou que os alimentos ajudarão muito neste momento de dificuldade.

“Estou sem trabalhar e apenas um filho está trabalhando. A gente paga aluguel, água e luz, fora as outras coisas. Essa cesta básica de alimentos vai ajudar bastante em casa”, relatou.   (Com informações da Ascom do governo do ES)

TAGS: 
OBRAS   |   POLÍTICA   |  ECONOMIA   |   CIDADE   |  EMPREGOS   |   IPVA   |   GOVERNO   |   SEFAZ