ES vai ofertar 50 mil cirurgias eletivas neste segundo semestre

O governador do Estado, Renato Casagrande, anunciou a oferta de 50 mil cirurgias eletivas.

Em 15/07/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: Helio Filho-Secom/ES

Rede de Atenção Hospitalar lançou  o Mutirão de Cirurgias Eletivas, nesta quarta-feira (14).

O Governo do Espírito Santo inicia mais uma importante etapa para a Rede de Atenção Hospitalar, com o lançamento do “Mutirão de Cirurgias Eletivas”. Em solenidade no Palácio Anchieta, em Vitória, nesta quarta-feira (14), o governador do Estado, Renato Casagrande, anunciou a oferta de 50 mil cirurgias, entre procedimentos oftalmológicos, geral, ortopédico, vascular, ginecológico, urológico, entre outras, para o segundo semestre deste ano.

A medida vai ao encontro do cenário de recuperação da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) no Espírito Santo e a consolidação na diminuição de internações pela doença, que permite a reversão dos leitos para as cirurgias eletivas. Com o Plano de Gestão de filas na garantia ao acesso hospitalar para procedimentos eletivos, denominado “Mutirão de Cirurgias Eletivas”, pretende-se organizar e garantir o atendimento necessário de modo a suprir a oferta anterior e aquela decorrente do último ano de pandemia no Estado.

“Fizemos ampliação na área de saúde que jamais esperávamos fazer em tão pouco tempo e que ficará de legado para a população capixaba. Estou muito feliz, pois as cirurgias eletivas foram uma das primeiras coisas afetadas no início da pandemia. Elas foram suspensas para que pudéssemos ter mais leitos e profissionais de saúde para atender à população. Hoje, quando conseguimos anunciar mais de 50 mil cirurgias eletivas, começamos a pensar que podemos voltar à certa normalidade. A gestão de pandemia e as cirurgias eletivas vão caminhar junto. Assim, vamos dar dignidade a todos”, afirmou o governador Casagrande.

O secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, destacou a importância da estratégia estadual no enfrentamento à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) para o fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS) capixaba no momento atual, com o lançamento do mutirão. 

Nésio Fernandes ressaltou ainda a importância do papel dos hospitais estaduais nesse novo processo e do compromisso de cada um. 

"Nossos diretores de hospital vão assinar um termo de compromisso com as metas que estão sendo pactuadas no lançamento do mutirão, onde mês a mês iremos acompanhar a evolução do alcance das metas”, informou o secretário.

A ação ocorre em parceria entre o Governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde (Sesa), junto às Secretarias municipais de Saúde dos 78 municípios capixabas, as unidades hospitalares estaduais e contratualizadas, as Unidades da Rede Cuidar, os Centros de Referência de Especialidades e as Superintendências Regionais de Saúde.

Cirurgias, consultas e exames especializados

Serão ofertadas 50 mil cirurgias que ocorrerão de norte a sul do Estado, em 26 unidades hospitalares, sendo 13 hospitais da rede própria e 13 hospitais contratualizados. 

As especialidades médicas para as cirurgias são: oftalmologia, cirurgia geral, ortopédica, vascular, ginecológica, urológica, otorrinolaringologia, proctologia, oncológica, cardíaca, cirurgia do aparelho digestivo, cirurgia torácica, cabeça e pescoço, bucomaxilofacial, neurocirúrgico, cirurgia plástica reparadora, bariátrica, mastologia e a de fenda palatina.

Durante o atendimento do paciente cirúrgico, serão disponibilizadas 150.000 consultas especializadas. A previsão é de que cada paciente tenha em média três consultas, como as pré-cirurgias, pós-cirúrgicas, consulta cardiológica e anestésica.

Quanto aos exames especializados, são oferecidos um total de 250.000. Serão disponibilizados todos os exames pré-operatórios relacionados ao tipo de procedimento cirúrgico, sendo em média cinco exames por paciente cirúrgico.

Ofertas Região Central e Norte de Saúde

Para as regiões Central e Norte de Saúde serão disponibilizadas 10.563 cirurgias que ocorrerão em quatro unidades hospitalares estaduais: Hospital Estadual Roberto Arnizaut Silvares, em São Mateus; Dr Alceu Melgaço Filho, em Barra de São Francisco; Dr João dos Santos Neves, em Baixo Guandu; e Sílvio Avidos, em Colatina.

Ofertas Região Metropolitana de Saúde

Na Região Metropolitana de Saúde, 13 unidades hospitalares serão utilizadas para a oferta de 36.576 cirurgias.

Os procedimentos acontecerão em unidades da rede própria e em hospitais contratualizados, são eles: Hospital Estadual Dório Silva e Jayme Santos Neves, em Serra; Hospital Infantil Nossa Senhora da Glória, Hospital Estadual Central e o de Urgência e Emergência “São Lucas”, os três na Capital; Hospital Estadual Infantil e no Estadual de Vila Velha, todos em Vila Velha.

Na rede contratualizada, serão ofertadas cirurgias no Hospital Evangélico de Vila Velha; Santa Casa de Misericórdia de Vitória; além do Hospital Santa Rita de Cássia e Hospital Universitário Cassiano Antonio Moraes, na Capital; no Madre Regina Protmann, em Santa Teresa; no Hospital Nossa Senhora da Penha, em Santa Leopoldina.

Ofertas Região Sul de Saúde

Para a Região Sul de Saúde, serão disponibilizadas 6.090 cirurgias em nove unidades hospitalares.

Na rede estadual, os procedimentos acontecerão no Hospital Estadual São José do Calçado e na Unidade Integrada Jerônimo Monteiro. Nas unidades contratualizadas serão: Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim; Santa Casa de Misericórdia de Guaçuí, de Cachoeiro de Itapemirim, de Iúna e na de Castelo; no Evangélico de Itapemirim; e no Hospital Materno Infantil Francisco de Assis, em Guarapari. (As informações são do Governo/ES)

Para ver a apresentação do Mutirão de Cirurgias, clique aqui

Leia também:

Prefeitura de Serra abre agenda para vacinar contra covid e gripe
Prefeitura de Serra abre agenda para 2.430 vagas de vacinas
Prefeitura de Serra abre agenda para 6.790 pessoas contra covid
Prefeitura de Serra abre agenda para 1ª e 2ª doses contra covid
19 mil capixabas não retornaram para 2ª dose da AstraZeneca
Incontinência urinária pode piorar no inverno, diz urologista
Campanha Julho Amarelo conscientiza sobre hepatites virais
Julho Verde alerta para prevenção ao câncer de cabeça e pescoço
Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
Covid: Vitória é referência em vacinação e atrai público externo
Prefeitura de Vitória realiza operação tapa-buracos na cidade
Orla mais segura: Calçadão de Camburi recebe manutenção
Sinalização horizontal oferece segurança no trânsito de Vitória
Defesa Civil de Vitória abre curso on-line para voluntários
Vitória participa da elaboração de ações de educação ambiental
Superendividamento: Procon de Vitória esclarece sobre a lei
Prefeitura de Serra relança projeto empreendedor Costurarte
Prefeitura de Serra realiza obras que beneficiam setor pesqueiro
Prefeitura e ONGs retiram pedras e liberam Trilha de Furnas
Serra inicia reformas no mercado de peixes de Nova Almeida
Serra: Pedidos de poda de árvores feitos pelo site da prefeitura
Procon de Serra dá dicas de compras do Dia dos Namorados
Prefeitura de Serra amplia sua frota com 16 novos carros
Prefeitura de Serra reabre Arena Jacaraípe nesta segunda (07)
Serra: Reuniões de planejamento da cidade iniciam hoje (07)
Serra: Cidade da Grande Vitória que mais reduziu homicídios
Cursos são parte da rotina dos técnicos da Defesa Civil de Serra
Prefeitura de Serra reabre agenda para cadastro no CadÚnico
Vidigal assina ordens de serviços para obras em Jacaraipe
Serra apresenta seu sistema de aprovação de projetos à CBIC
Mata Atlântica: Parque da Fonte Grande tem novos mirantes
Nova lei proíbe nomeação de condenados por crimes sexuais

TAGS:
ANOREXIA | VACINA | PROCON | PARQUE | SEVIÇOS | OBRAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADE