Escolas Estaduais de Tempo Integral iniciam ano letivo no ES

Duas novas escolas do ES passaram a ofertar a modalidade de ensino em Tempo Integral.

Em 10/03/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: Divulgação/Sedu

O ano letivo começou em um formato de Ensino diferente para as Escolas Estaduais de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Américo Silvares e Augusto Oliveira, em Conceição da Barra. Elas passaram a ofertar a modalidade de ensino em Tempo Integral.

Refletindo sobre todo o contexto da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), de restrições e a relevância que o acolhimento representa para os estudantes e toda equipe escolar no processo de implantação do modelo pedagógico de Educação em Tempo Integral, um grupo de jovens protagonistas, junto com a gestão do Centro Estadual de Ensino Fundamental e Médio em Tempo Integral (CEEFMTI) Marita Motta Santos, de São Mateus, promoveu dinâmicas com os novos alunos do Tempo Integral, além de encontros formativos com equipes gestoras e professores.

Proposta

A proposta foi organizada em duas etapas: na primeira, foram planejadas e executadas pelos jovens acolhedores dinâmicas com objetivo de fomentar as reflexões dos sonhos dos estudantes e da equipe para a escola. No caso dos estudantes, o foco dos jovens acolhedores foi desenvolver nas duas escolas a dinâmica: Varal dos Sonhos e o Livro da Vida, que compõem o ponto de partida para reflexão e construção do Projeto de Vida. Além disso, também foram trabalhados os princípios do modelo de Tempo Integral e inteligência emocional. O grupo de jovens protagonistas é composto pelos estudantes: Maria Eduarda Vieira, Izabelli Lima, Thalysson Cunha, Sarah Brisson e Ryllari Samora.

Na segunda etapa, a gestora Bruna Bonomo visitou as Escolas Estaduais Augusto de Oliveira e Américo Silvares acompanhada pela coordenadora pedagógica Jaqueline Oliozi e pela pedagoga Jaqueline Ozaires. Elas realizaram encontros formativos com a equipe gestora e de professores, compartilhando experiências exitosas e desafios sobre o modelo de gestão e pedagógico do Tempo Integral.

As equipes puderam conhecer os instrumentos e estratégias da Escola Marita Motta Santos na parte diversificada e a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Também foram socializados materiais produzidos pela equipe na culminância de eletivas, monitoramentos da parte diversificada, dentre outros.

Entendo que a pandemia desafiou a todos nós nesta nova forma de acolher uns aos outros, sem o contato físico, tão característico da nossa cultura. Contudo, todos os acontecimentos vividos em 2020, nos fizeram corajosos na educação em criar novas estratégias para que as pessoas ao retornarem para a escola recebessem, sobretudo, o acolhimento socioemocional, por conta de todos os processos que cada um passou. Nessa perspectiva, realizamos em harmonia o acolhimento dentro da Escola Estadual Marita Motta Santos, acolhendo os nossos e nos desafiamos a acolher quem precisava fora da nossa escola. Foi uma experiência marcante para mim e para os jovens acolhedores, pois sentimos gratidão em despertar no próximo a arte de sonhar”, disse a diretora Bruna Bonomo.  (Com informações da Assessoria de Comunicação da Sedu)

TÓPICOS:

EDUCAÇÃO   |   EMPREGOS & ESTÁGIO   | CIDADE   |   ESPORTES   |  SAÚDE    |   ECONOMIA