Flamengo aplica uma goleada no Santos por 4 x 1 no Maracanã

Além dos dois gols de Gabriel Barbosa, Gerson e Filipe Luís marcaram na vitória por 4 a 1.

Em 13/12/2020 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

(Foto: Alexandre Vidal / Flamengo) Foto: LANCE!

Flamengo não teve dificuldades diante do Santos. Além dos dois gols de Gabriel Barbosa, Gerson e Filipe Luís marcaram na vitória por 4 a 1.

Diante de um Santos formado por reservas e garotos, o Flamengo não teve dificuldades para chegar à goleada por 4 a 1 neste domingo, no Maracanã. Gabriel Barbosa, duas vezes, Filipe Luís e Gerson foram os autores do gols rubro-negros, que levaram o time de Rogério Ceni aos 45 pontos, na cola do vice-líder Atlético-MG, com 46, e a cinco do líder São Paulo, que ainda tem o clássico com o Corinthians, como visitante, nesta 25ª rodada do Brasileirão.

Apenas como o título brasileiro como objetivo nesta temporada, o Flamengo volta a campo no próximo domingo, contra o Bahia, novamente no Maracanã.

O Santos, por sua vez, tem uma decisão contra o Grêmio na próxima quarta-feira, na Vila Belmiro, por uma vaga nas semifinais da Copa Libertadores. No jogo de ida, na Arena em Porto Alegre, o Peixe e o Tricolor empataram em 1 a 1.

Insistente, Flamengo abre o placar com Gerson

A partida apresentou-se conforme esperado. Afinal, o Fla, com uma escalação próxima à ideal, tinha pela frente um Santos recheado de garotos. A opção de Cuca, ao preservar os titulares visando a partida de quarta, pela Libertadores, refletiu os números da primeira. Com o dobro de finalizações antes do intervalo, o time de Rogério Ceni abriu o placar aos 41, depois de tanto insistir.

O lance, que teve origem em cobrança de escanteio e terminou após bate e rebate na área, com cabeçada na trave de Bruno Henrique, terminou com a finalização de Gerson - a sexta do Flamengo na etapa inicial. Antes, o autor do gol havia criado grande chance, mas Arrascaeta finalizou à esquerda da meta.

Em 20 minutos, goleada rubro-negra

O Santos, que, em parte, dificultou a criação rubro-negra antes do intervalo, viu o time de Rogério Ceni deslanchar após o intervalo. Foram três gols sofridos no intervalo de 20 minutos. Aos 4, Arrascaeta foi puxado por Alex dentro da área. Gabriel Barbosa, com frieza, deslocou João Paulo na cobrança e fez 2 a 0. Aos 13, uma jogadaça de Bruno Henrique terminou com a bola se oferecendo para Filipe Luís, que fez as vias de centroavante e, de direito, ampliou o placar: 3 a 0.

Depois foi a vez de Pedro, que havia entrado minutos antes e já tinha perdido uma chance, ser derrubado por João Paulo. Gabi foi novamente para a cobrança e repetiu a cobrança: 4 a 0 para o Flamengo aos 21 minutos. Até este momento, o Santos até tentou responder com Lucas Braga, mas a finalização foi defendida por Diego Alves. Com o resultado definido, o ritmo caiu, até por conta da série de mudanças realizadas pelos treinadores Rogério Ceni e Cuca.

Até o apito final, os atletas que entraram na etapa final foram os responsáveis pelos lances de maior emoção - inclusive o gol do Santos. Em chegada de Madson pela direita, o atacante Bruninho apareceu bem na área e, de cabeça, venceu a marcação da defesa do Flamengo e descontou: 4 a 1 no Maracanã.

Pelo Flamengo, quem entrou bem foi o meia Pepê, no lugar de Arrascaeta. Aproveitando a exposição do Santos, o time de Ceni encaixou bom contra-ataque e, da entrada da área, o camisa 40 acertou o travessão de João Pedro.

Ficha tecnica

FLAMENGO 4X1 SANTOS

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 13 de dezembro de 2020, às 16h

Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)

Assistentes: Victor Hugo Imazu dos Santos (PR) e Rafael Trombeta (PR)

Árbitro de vídeo: Adriano Milczvski (PR)

Cartão amarelo: João Gomes e Filipe Luís (FLA); Marcos Leonardo (SAN)

Cartão vermelho: Não houve.

Gols: Gerson (1-0, 41'/1ºT), Gabriel Barbosa (2-0, 4'/2ºT, e 4-0, 21'/2ºT), Filipe Luís (3-0, 13'/2ºT) e Bruninho (29'/2ºT)

FLAMENGO (Técnico: Rogério Ceni)

Diego Alves; Isla, Rodrigo Caio, Natan e Filipe Luís; João Gomes, Gerson (Pedro, 15'/2ºT), Everton Ribeiro (Pedro Rocha, 43'/2ºT) e Arrascaeta (Pepê, 37'/2ºT); Bruno Henrique (Vitinho, 37'/2ºT) e Gabriel Barbosa (Michael, 43'/2ºT).

SANTOS (Técnico: Cuca)

João Paulo; Madson, Luiz Felipe, Alex e Wagner Leonardo (Angelo, 42'/2ºT); Alison (Bruninho, 23'/2ºT), Sandry e Jean Mota (Lucas Lourenço, 15'/2ºT); Tailson (Felipe Jonatan, Intervalo), Marcos Leonardo (Guilherme Nunes, 24'/2ºT) e Lucas Braga. (Lance!)