Itália e Dinamarca vencem e vão às quartas da Eurocopa

A Dinamarca derrotou País de Gales, enquanto, na prorrogação, a Itália venceu a Áustria.

Em 26/06/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: POOL/AFP via Getty Images

Agora a equipe italiana vai em busca da vaga na semifinal do torneio continental na próxima sexta-feira (2), em Munique (Alemanha), contra o vencedor de Bélgica e Portugal, que jogam neste domingo, em Sevilha (Espanha).

Na primeira partida definida na prorrogação das oitavas de final, a Itália confirmou seu favoritismo e venceu a Áustria por 2 a 1, após empate sem gols no tempo regulamentar, avançando assim às quartas da Eurocopa.

No duelo disputado no estádio de Wembley, em Londres, todos os três gols foram marcados na prorrogação, com os italianos balançando as redes com o atacante Federico Chiesa (aos 95 minutos) e volante Matteo Pessina (105), enquanto o também atacante diminuiu para os austríacos Sasa Kalajdzic (114).

Agora a equipe italiana vai em busca da vaga na semifinal do torneio continental na próxima sexta-feira (2), em Munique (Alemanha), contra o vencedor de Bélgica e Portugal, que jogam neste domingo, em Sevilha (Espanha).

Já a seleção austríaca se despede de sua primeira participação na Eurocopa, após se classificar às oitavas segundo lugar no grupo C com seis pontos, atrás apenas da Holanda.

Ficha técnica 

Itália – Áustria 2-1 (na prorrogação, após 0-0 no tempo regulamentar)
Local: estádio Wembley, Londres (Inglaterra)
Público: 19.000 espectadores
Árbitro: Anthony Taylor (ING)
Gols:
Itália: Chiesa (95), Pessina (105)
Áustria: Kalajdzic (114)
Cartões amarelos:
Itália: Di Lorenzo (50), Barella (51)
Áustria: Arnautovic (2), Hinteregger (103), Dragovic (120+1)
Equipes
Itália
Gianluigi Donnarumma – Giovanni Di Lorenzo, Leonardo Bonucci (cap), Francesco Acerbi, Leonardo Spinazzola – Jorginho, Marco Verratti (Manuel Locatelli 67), Nicolo Barella (Matteo Pessina 67) – Domenico Berardi (Federico Chiesa 84), Ciro Immobile (Andrea Belotti 84), Lorenzo Insigne (Bryan Christante 108).T: Roberto Mancini.
Austria
Daniel Bachmann – Stefan Lainer (Christopher Trimmel 114), Aleksandar Dragovic, Martin Hinteregger, David Alaba (cap) – Konrad Laimer (Stefan Ilsanker 114), Xaver Schlager (Michael Gregoritsch 106), Marcel Sabitzer, Florian Grillitsch (Louis Schaub 106), Christoph Baumgartner (Alessandro Schöpf 90) – Marko Arnautovic (Sasa Kalajdzic 97). T: Franco Foda. (hap-alu-clv/bpa/lca/AFP)

"Dinamarca goleia País de Gales e vai às quartas de final da Eurocopa"

Mais cedo, às 13 horas (de Brasília), em Amsterdã, a Dinamarca goleou País de Gales por 4 a 0, neste sábado, e com este resultado se tornou a primeira equipe a passar às quartas de final desta edição da Eurocopa.

Na capital holandesa, os gols dinamarqueses foram marcados pelo atacante Kasper Dolberg (duas vezes, aos 27 e 48 minutos), o lateral Joakim Maehle (88) e o também atacante Martin Braithwaite (90+4).

No dia 3 de julho, em Baku (Azerbaijão), a seleção dinamarquesa vai encarar pelas quartas o vencedor do duelo entre Holanda e República Checa, que entram em campo neste domingo (27), em Budapeste (Hungria).

Gales se despede da competição europeia de seleções sem conseguir repetir o desempenho da Euro-2016, onde foi eliminado nas semifinais por Portugal, que conquistou o título.

Passeio dinamarquês

Na Arena Johan Cruyff, a Dinamarca pressionou desde o início e foi recompensada no meio da primeira etapa, quando o atacante Damsgaard subiu pela esquerda e passou para Dolberg. O jogador do francês Nice cortou para a perna direita e finalizou para abrir o placar.

Após o intevalo, os dinamarqueses ampliaram, novamente com Dolberg, que aproveitou um erro da defesa dos galeses ao tentar cortar um cruzamento efetuado por Braithwaite.

A equipe dinamarquesa seguiu controlando o jogo e chegou ao terceiro num golaço de Maehle, que recebeu livre na entrada da área, tirou do marcador e emendou uma bomba no canto do goleiro Ward.

Nos acréscimos, o último golpe contra os adversários, que pouco criaram ao longo do confronto. Braithwaite aproveitou passe de Cornelius e finalizou para o fundo das redes. O gol foi confirmado após consulta ao VAR, que mostrou que o jogador estava em posição é legal.

Ficha técnica

Estádio: Johan Cruyff Arena, Amsterdã (Holanda)
Público: 14.645 espectadores
Árbitro: Daniel Siebert (ALE)
Gols:
Dinamarca: Dolberg (27, 48), Maehle (88), Braithwaite (90+4)
Cartões amarelos:
Gales: Rodon (26), Moore (40), Brooks (80), Bale (90+3)
Expulsos:
Gales: Wilson (90)
Equipes
País de Gales
Danny Ward – Connor Roberts (Neco Williams 40), Chris Mepham, Joe Rodon, Ben Davies – Daniel James (David Brooks 78), Joe Morrell (Harry Wilson 59), Aaron Ramsey, Joe Allen, Gareth Bale (cap) – Kieffer Moore (Tyler Roberts 78). T: Robert Page.
Dinamarca
Kasper Schmeichel – Andreas Christensen, Simon Kjær (cap) (Joachim Andersen 77), Jannik Vestergaard – Jens Stryger Larsen (Nicolai Boilesen 77), Pierre Højbjerg, Thomas Delaney (Mathias Jensen 60), Joakim Maehle – Martin Braithwaite, Kasper Dolberg (Andreas Cornelius 69), Mikkel Damsgaard (Christian Nørgaard 60). T: Kasper Hjulmand. (nb-bvo/bpa/lca/AFP)

Leia também:

Bonucci analisa a Áustria, próxima adversária da Itália na Euro
GP da Turquia adicionado ao calendário da F1 em outubro
GP de Silverstone de Fórmula 1 terá lotação máxima de público
Max Verstappen vence o Grande Prêmio de Paul Ricard de F1
GP de São Paulo de F1 esgota primeiro lote de ingressos
Messi brilha e Argentina vence o Uruguai na Copa América
Eriksen tinha partido e o trouxemos de volta, afirma médico
> Inglaterra estreia com vitória sobre a Croácia na Eurocopa
Mexicano Sergio Pérez vence GP do Azerbaijão de Fórmula 1
Hamilton e Verstappen brincam sobre seus chefes de equipe
Charles Leclerc larga na pole no GP do Azerbaijão de F1
Grande Prêmio de Singapura de Fórmula 1 está cancelado
Com Tolói e Jorginho, Mancini convoca a Seleção Italiana
Libertadores: Flamengo, Atlético e São Paulo pegam argentinos
Conmebol sorteia oitavas da Libertadores nesta terça (1º)
Nem Colômbia nem Argentina: Copa América será no Brasil
Chelsea vence o City e conquista o bi da Liga dos Campeões
Chelsea e Manchester City fazem final da Liga dos Campeões
Daniel Alves é cortado da seleção e Tite convoca Emerson
Hansi Flick será o técnico da Seleção Alemã após a Eurocopa
Espanha é convocada para a Euro e Sergio Ramos fica fora
Verstappen vence GP de Mônaco de F1 e assume a liderança
Leclerc bate, mas coloca seu Ferrari na pole do GP de Mônaco
F1 tira Turquia do calendário e fará 2 corridas na Áustria
Eurocopa: Müller e Hummels voltam à seleção da Alemanha
River vence Santa Fe sem reservas e com goleiro improvisado

TAGS
EUROCOPA | LIBERTADORES | CONMEBOL | TÓQUIO 2020 | SUPERLIGA | UEFA | F1