Julho Verde conscientiza sobre câncer de cabeça e pescoço

O Inca estima que esses tumores atingem cerca de 40 mil pessoas por ano, só no Brasil.

Em 19/07/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: Reprodução/Instituto Vencer o Câncer

Especialista chama a atenção para a prevenção e diagnóstico desses tumores que têm como principais causas o consumo do cigarro com álcool e o papiloma vírus humano (HPV).

O mês de julho é marcado pela campanha Julho Verde, voltada para conscientização, prevenção e combate aos tipos de tumores que acometem a cabeça e o pescoço, englobando tumores na boca, língua, faringe, tireoide, entre outros. O Instituto Nacional de Câncer (Inca) estima que esses tumores atingem cerca de 40 mil pessoas por ano no Brasil, sendo o segundo mais comum entre os homens e o quinto mais frequente entre as mulheres.  No mundo, é considerado o nono tipo de câncer mais comum, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Segundo o oncologista Jeferson Lenzi, neste ano o movimento de conscientização é ainda mais importante porque a pandemia trouxe impactos negativos no tratamento do câncer. O medo de infecção do vírus fez com que muitas pessoas adiassem a realização de exames para diagnóstico e procedimentos, o que pode comprometer a saúde do paciente, já que a identificação precoce e início imediato do tratamento são importantes.

“Quando diagnosticado ainda em estágio inicial, a chance de cura do câncer de cabeça e pescoço aumenta e pode ser maior do que 80%, além disso, o risco de sequelas graves também diminui”, explica o oncologista.

Sintomas e tratamento

Entre as principais causas dos tumores que atingem a cabeça e o pescoço estão o tabagismo e o consumo de álcool, que podem aumentar em até 20 vezes o risco do câncer nessa região quando associados. A infecção pelo papiloma vírus humano (HPV), que ocorre por meio da prática sexual sem proteção, também está associada a alguns casos, principalmente na região da orofaringe.

Os primeiros sintomas do câncer de cabeça e pescoço são variados, já que os tumores afetam diferentes órgãos, mas existem os sinais mais frequentes que servem de alerta.

“As lesões na boca que não cicatrizam precisam ser investigadas, especialmente quando sangram. O surgimento de gânglios dolorosos e inchados no pescoço também podem esconder um tumor nessa região. Outro sintoma comum é a rouquidão que não apresenta melhora depois de duas ou três semanas e a dor ao engolir”, alerta o Dr. Jeferson Lenzi.

Segundo o oncologista, o tratamento depende do estágio do tumor e sua localização. Em alguns casos, pode ser feita a cirurgia, combinado a radioterapia. Outra terapia que pode ser utilizada é a imunoterapia, que vem avançando com medicamentos que potencializam o sistema imunológico do paciente para e destruir as células cancerosas de maneira mais eficiente. (Por Benahia Figueiredo - P6)

Leia também:

Férias com as crianças exigem cuidados contra contaminação
Prefeitura de Serra oferece fisioterapia pulmonar pós-covid
ES vai ofertar 50 mil cirurgias eletivas neste segundo semestre
Prefeitura de Serra abre agenda para vacinar contra covid e gripe
Prefeitura de Serra abre agenda para 2.430 vagas de vacinas
Prefeitura de Serra abre agenda para 6.790 pessoas contra covid
Prefeitura de Serra abre agenda para 1ª e 2ª doses contra covid
19 mil capixabas não retornaram para 2ª dose da AstraZeneca
Incontinência urinária pode piorar no inverno, diz urologista
Campanha Julho Amarelo conscientiza sobre hepatites virais
Julho Verde alerta para prevenção ao câncer de cabeça e pescoço
Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
Covid: Vitória é referência em vacinação e atrai público externo
Prefeitura de Vitória realiza operação tapa-buracos na cidade
Orla mais segura: Calçadão de Camburi recebe manutenção
Sinalização horizontal oferece segurança no trânsito de Vitória
Defesa Civil de Vitória abre curso on-line para voluntários
Vitória participa da elaboração de ações de educação ambiental
Superendividamento: Procon de Vitória esclarece sobre a lei
Prefeitura de Serra relança projeto empreendedor Costurarte
Prefeitura de Serra realiza obras que beneficiam setor pesqueiro
Prefeitura e ONGs retiram pedras e liberam Trilha de Furnas
Serra inicia reformas no mercado de peixes de Nova Almeida
Serra: Pedidos de poda de árvores feitos pelo site da prefeitura
Procon de Serra dá dicas de compras do Dia dos Namorados
Prefeitura de Serra amplia sua frota com 16 novos carros
Prefeitura de Serra reabre Arena Jacaraípe nesta segunda (07)
Serra: Reuniões de planejamento da cidade iniciam hoje (07)
Serra: Cidade da Grande Vitória que mais reduziu homicídios
Cursos são parte da rotina dos técnicos da Defesa Civil de Serra
Prefeitura de Serra reabre agenda para cadastro no CadÚnico
Vidigal assina ordens de serviços para obras em Jacaraipe
Serra apresenta seu sistema de aprovação de projetos à CBIC
Mata Atlântica: Parque da Fonte Grande tem novos mirantes
Nova lei proíbe nomeação de condenados por crimes sexuais

TAGS:
FÉRIAS | ANOREXIA | VACINA | PROCON | PARQUE | SEVIÇOS | OBRAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADE