Lewandowski recebe prêmio da Fifa de melhor jogador do mundo

O atacante, de 32 anos, também comandou a Polônia rumo à classificação para a Euro 2020.

Em 17/12/2020 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: REUTERS/Lukas Barth-Tuttas

Lewandowski, que conquistou com o Bayern o Campeonato Alemão, a Copa da Alemanha e a Liga dos Campeões, foi o artilheiro das três competições e venceu o prêmio pela primeira vez.

O atacante polonês Robert Lewandowski, do Bayern de Munique, foi eleito nesta quinta-feira o melhor jogador do mundo em 2020 pela Fifa, superando a concorrência de Lionel Messi, vencedor no ano passado, e Cristiano Ronaldo.

Lewandowski, que conquistou com o Bayern o Campeonato Alemão, a Copa da Alemanha e a Liga dos Campeões, foi o artilheiro das três competições e venceu o prêmio pela primeira vez.

O atacante, de 32 anos, também comandou a Polônia rumo à classificação para a Euro 2020 e foi eleito o Jogador do Ano pela Uefa em outubro.

“Vencer esse prêmio e compartilhar essa conquista com Messi e Ronaldo é inacreditável e representa muito para mim”, disse Lewandowski.

“Estou muito orgulhoso e feliz. Este é um grande dia para mim, e também para meu time e companheiros... Esse prêmio também pertence aos meus colegas, ao técnico e ao Bayern em geral”, acrescentou. “É um sentimento incrível, muitas emoções.”

A defensora Lucy Bronze, do Manchester City, foi eleita a melhor jogadora de futebol do mundo, tornando-se a primeira atleta inglesa a conquistar o prêmio.

“Não tenho palavras para descrever o que estou sentindo”, disse Bronze. “Se tem algo que 2020 nos ensinou, é a apreciar cada momento que você tem, não olhar muito à frente e viver o aqui e agora.”

Em outras categorias masculinas, Juergen Klopp, do Liverpool, foi eleito o melhor técnico do mundo pelo segundo ano seguido, após levar a equipe a seu primeiro título inglês em 30 anos. Companheiro de Lewandowski no Bayern, Manuel Neuer conquistou o título de melhor goleiro.

Son Heung-min, do Tottenham, venceu o Prêmio Puskas de gol do ano, por um tento anotado em um jogo do Campeonato Inglês contra o Burnley, em dezembro.

A holandesa Sarina Wiegman foi eleita a melhor técnica do mundo, e Sarah Bouhaddi levou como melhor goleira.

O prêmio é concedido com votos de membros da imprensa, capitães e técnicos de seleções e torcedores. (Reuters)