Lewis Hamilton supera Verstappen na Inglaterra e sai na frente

Hamilton superou Max Verstappen e levantou o público nas arquibancadas em Silverstone.

Em 16/07/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: Mercedes/Grande Prêmio

O inglês superou holandês em um Q3 surpreendente e garantiu o direito de largar na frente da corrida sprint debutante da F1.

Lewis Hamilton fez a festa da alucinada torcida britânica nas arquibancadas, superou Max Verstappen por 0s075 e garantiu o direito de largar na frente na primeira corrida de classificação da história da F1. Com 1min26s134 como melhor volta nesta sexta-feira (16) em Silverstone, o heptacampeão brilhou e quebrou o favoritismo do holandês, líder do campeonato.

Segundo determinação da Fórmula 1 e da direção de prova, é o vencedor da corrida sprint e não o mais rápido da sessão classificatória que ficará, para efeitos de estatística, com a pole-position do GP da Inglaterra de F1.

A programação do sábado compreende o treino livre 2, marcado para 8h (de Brasília), enquanto a corrida de classificação, a primeira da história da F1, tem largada prevista para 12h30.

O GP da Inglaterra propriamente dito, o principal evento do fim de semana, no domingo, acontece às 11h. Tudo com transmissão dos canais do Grupo Bandeirantes e também do serviço de streaming F1 TV Pro.

Q1 movimentado e com muitas mudanças de posição

A sessão classificatória neste novíssimo formato que a Fórmula 1 estreia neste fim de semana na Inglaterra, ainda em caráter de teste, começou com os pilotos deixando os boxes para a abertura do Q1 no fim da tarde (18h, horário local) em Silverstone.

Como uma das novidades, apenas o uso dos pneus macios foi liberado para os pilotos nos três segmentos da sessão classificatória desta sexta-feira. Mas todo o formato em si dos Q1, Q2 e Q3 seguiu como o habitual das demais etapas do campeonato.

Max Verstappen foi o mais rápido na primeira rodada de voltas rápidas no Q1. O líder do Mundial cravou 1min26s751, 0s409 em cima de Lewis Hamilton, mesmo sem ter feito uma volta perfeita. Valtteri Bottas aparecia em terceir, 0s736 atrás do líder da sessão, enquanto Charles Leclerc e Sergio Pérez fechavam a lista dos cinco primeiros, enquanto Lando Norris aparecia em sexto.

Depois disso, a tabela de tempos teve algumas modificações. Carlos Sainz pulou para quarto e deixou Leclerc e Pérez para trás. Antonio Giovinazzi colocou a Alfa Romeo no top-10, enquanto Fernando Alonso superou Sainz e colocou a Alpine em quarto. Por outro lado, Norris caiu para o décimo lugar, enquanto Daniel Ricciardo estava na zona de eliminação no Q1, em 16º.

Mas o australiano espantou qualquer chance de eliminação ao fazer uma volta que o colocou em sexto. Sexto que virou sétimo depois que Norris encaixou bom tempo com pneus macios novos e avançou para terceiro, 0s6 atrás de Verstappen. Era Sebastian Vettel, então, que figurava em 16º e estava ameaçado de ser limado da classificação no Q1.

Seb conseguiu sair da zona da degola e se colocou em décimo. George Russell também passou para o Q2 com uma volta que levantou a torcida nas arquibancadas. Leclerc, Pérez, Ricciardo e Ocon melhoraram suas respectivas marcas. Por outro lado, foram eliminados Yuki Tsunoda, Kimi Räikkönen, Nicholas Latifi, Mick Schumacher e Nikita Mazepin, que não escapou de uma rodada durante sua participação no Q1. Verstappen foi o mais rápido, enquanto Hamilton foi o segundo, porém apenas 0s035 atrás do holandês.

Q2: Russell brilha de novo e levanta as arquibancadas

Com 15 pilotos na pista, Bottas foi o primeiro a virar tempo. O finlandês virou 0s1 mais lento que Hamilton, que cravou 1min26s602. Só que Verstappen respondeu em seguida com 1min26s504, só 0s098 mais rápido que o heptacampeão do mundo.

Pérez aparecia em quarto, porém 0s569 mais lento que o companheiro de equipe. Vettel, depois do risco de ser eliminado no Q1, surgia em quinto, à frente de Ricciardo, Sainz, Leclerc, Norris e Esteban Ocon, que completava o top-10.

Na parte final da sessão, quando de fato foram definidos os dez pilotos que passaram para o Q3, Sainz pulou para quarto, enquanto Leclerc passou em quinto. Pierre Gasly era quem estava ameaçado de ser eliminado, o que se concretizou quando Alonso superou o francês e se colocou em décimo. Mas o bicampeão também caiu no Q2 depois que Russell fez excelente volta e se colocou em sétimo lugar na tabela, indo ao Q3 pelo segundo fim de semana seguido, novamente levando o público britânico ao delírio.

Foram eliminados, além de Alonso e Gasly, Ocon, Giovinazzi e Lance Stroll. No fim, Hamilton ainda conseguiu virar 1min26s023, marca que o colocou como o mais rápido do Q2 com tempo 0s292 melhor que o de Verstappen.

Q3: Hamilton quebra favoritismo de Verstappen em casa

Todos contra Max Verstappen. O holandês despontava como grande favorito a garantir o direito de largar na frente na primeira corrida sprint da Fórmula 1.

Pérez virou o primeiro tempo do Q3 com 1min26s844, mas foi batido depois por Bottas e por Hamilton, que cravou 1min26s134. Aí é que veio a surpresa: Max perdeu tempo nos setores 1 e 3 e ficou atrás do heptacampeão na sua primeira volta rápida ao anotar 1min26s306, 0s172 mais lento que Lewis.

Enquanto os protagonistas trocavam pneus para a tentativa final de volta rápida, Russell desfilava em frente às arquibancadas diante de uma torcida alucinada. O dono da casa virou 1min26s971 e subiu para sétimo.

Era Verstappen, daquela vez, quem tinha de perseguir e superar Hamilton. E Lewis tratou de pressionar ainda mais o piloto da Red Bull depois de fazer o melhor tempo no primeiro setor. O heptacampeão não conseguiu melhorar o tempo. Max chegou perto, mas ficou 0s075 atrás e vai largar em segundo, logo atrás do seu maior adversário em 2021, na primeira corrida sprint da F1. (Fernando Silva - Grande Prêmio)

Leia também:

Líder da F1, Verstappen mantém pés no chão sobre título
Atuação do novo Flamengo assusta e acende sinal de alerta
Prefeito de Vitória recebe atleta da seleção brasileira de vôlei
Nos pênaltis, Itália vence a Inglaterra e é campeã da Eurocopa
Argentina derrota Brasil no Maracanã e é campeã da América
Verstappen destaca boa relação com parceiro Sérgio Pérez
Meia Foden sofre pancada e vira problema para Southgate
Inglaterra venceu a Dinamarca e vai à final da Eurocopa
GP da Austrália de F-1 é cancelado pelo 2º ano consecutivo
Max Verstappen vence o Grande Prêmio da Áustria de F1
Inglaterra goleia a Ucrânia e vai para a semi da Eurocopa
Dinamarca vence a República Tcheca e vai à semi da Euro
Max Verstappen comemora pole para GP da Áustria de F1
Em grande jogo, Itália vence a Bélgica e vai à semi da Euro
Espanha vence Suíça nos pênaltis e está na semifinal da Euro
Euro: Inglaterra vence a Alemanha e Ucrânia vence a Suécia
Espanha e suíça avançam para quartas de final da Eurocopa
República Tcheca e Bélgica avançam para as quartas da Euro
Max Verstappen vence de ponta a ponta o GP da Estíria de F1
Verstappen coloca Red Bull na pole em casa no GP da Estíria
Itália e Dinamarca vencem e vão às quartas da Eurocopa
Bonucci analisa a Áustria, próxima adversária da Itália na Euro
GP da Turquia adicionado ao calendário da F1 em outubro
GP de Silverstone de Fórmula 1 terá lotação máxima de público
Max Verstappen vence o Grande Prêmio de Paul Ricard de F1
GP de São Paulo de F1 esgota primeiro lote de ingressos
Messi brilha e Argentina vence o Uruguai na Copa América
Eriksen tinha partido e o trouxemos de volta, afirma médico
> Inglaterra estreia com vitória sobre a Croácia na Eurocopa
Mexicano Sergio Pérez vence GP do Azerbaijão de Fórmula 1
Hamilton e Verstappen brincam sobre seus chefes de equipe
Charles Leclerc larga na pole no GP do Azerbaijão de F1
Grande Prêmio de Singapura de Fórmula 1 está cancelado
Com Tolói e Jorginho, Mancini convoca a Seleção Italiana
Libertadores: Flamengo, Atlético e São Paulo pegam argentinos
Conmebol sorteia oitavas da Libertadores nesta terça (1º)
Nem Colômbia nem Argentina: Copa América será no Brasil
Chelsea vence o City e conquista o bi da Liga dos Campeões
Chelsea e Manchester City fazem final da Liga dos Campeões
Daniel Alves é cortado da seleção e Tite convoca Emerson
Hansi Flick será o técnico da Seleção Alemã após a Eurocopa

TAGS
SULAMERICANA | LIBERTADORES | CONMEBOL | TÓQUIO 2020 | SUPERLIGA | UEFA | F1