Max Verstappen conquista a pole no GP da Bélgica de F1

O inglês George Russell chegou a ficar com a pole provisória, mas foi batido por 0s321.

Em 28/08/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: FERENC ISZA/AFP

A sessão foi marcada por um forte acidente envolvendo Lando Norris nos primeiros minutos do Q3.

Uma classificação de tirar o fôlego da F1. Neste sábado (28), na tomada de tempos para o GP da Bélgica deste final de semana, quem ficou com a pole-position em Spa-Francorchamps foi Max Verstappen, a nona da carreira.

O holandês da Red Bull vinha com ótimo desempenho em todas as fases do treino classificatório. Então, no Q3, com o cronômetro já zerado, virou 1min59s765, foi o único na casa de 1min59s e vai sair da primeira posição de honra do grid.

A grande surpresa da sessão foi George Russell. O inglês da Williams chegou a ficar com a pole provisória, mas foi batido por 0s321 e sai pela primeira vez na carreira da primeira fila. Logo atrás aparecem Lewis Hamilton, Daniel Ricciardo e Sebastian Vettel completando os cinco primeiros colocados.

A sessão foi marcada por um forte acidente envolvendo Lando Norris nos primeiros minutos do Q3. Com pista bastante molhada, o inglês perdeu a traseira na Eau Rouge e acertou com força o muro de pneus, interrompendo a sessão com bandeira vermelha. Apesar do susto, conseguiu sair sem problemas de sua McLaren.

Como foi

Pouco antes do início da tomada de tempos em Spa-Francorchamps, uma forte chuva começou a cair no circuito belga. A temperatura estava a 14ºC, enquanto o asfalto chegava a apenas 16ºC. O vento soprava a noroeste a 7.5 km/h.

Por conta da grande quantidade de água acumulada no traçado, o início da sessão teve de ser adiado. Nenhuma previsão foi imposta por conta da imprevisibilidade, com o safety-car saindo periodicamente para conferir o asfalto.

Após pouco mais de dez minutos de atraso, os boxes foram abertos e os pilotos liberados para iniciar a classificação. A grande parte do pelotão calçava pneus de piso molhado, com exceção da dupla da Williams, Nicholas Latifi e George Russell, que estavam de intermediários.

Inclusive, o canadense do time inglês foi o primeiro a escapar do traçado e causar bandeira amarela localizada. Apesar de levantar bastante lama e água, logo conseguiu retornar ao traçado sem maiores problemas.

Os primeiros tempos começavam a surgir na tabela e quem saltou para a primeira posição foi justamente Russell com 2min02s068. Logo depois veio Latifi, Lando Norris, Max Verstappen e Pierre Gasly. Quem estava na zona de corte eram Kimi Räikkönen, Mick Schumacher, Sebastian Vettel, Nikita Mazepin e Esteban Ocon, todos sem giro rápido completado.

As condições complicadas vinham embaralhando todo o pelotão. A ordem que avançava para o Q2 eram Norris, Hamilton, Verstappen, Russell, Gasly, Pérez, Latiffi, Leclerc, Stroll, Ocon, Ricciardo, Sainz, Alonso, Giovinazzi e Bottas.

No encerramento da primeira fase da tomada de tempos, Lando foi o mais veloz com 1min58s301. O quinteto que acabou fora foi Giovinazzi, Tsunoda, Schumacher, Mazepin e Räikkönen.

O Q2 foi iniciado e os pilotos logo deixaram os boxes para o irem ao traçado. Diferente da primeira parte, agora todos os competidores estavam com pneus intermediários a medida que o asfalto começava a criar os trilhos secos.

Com oito minutos para o encerramento, os nomes que estavam na zona de corte eram Latifi, Alonso, Ocon, Hamilton e Bottas. Entretanto, a dupla da Mercedes ainda não havia marcado suas voltas rápidas.

A bandeira quadriculada indicou o encerramento do Q2 e em suas últimas tentativas, a dupla da Mercedes conseguiu se colocar em segundo com Hamilton e Bottas em terceiro. Enquanto isso, Leclerc, Latifi, Sainz, Alonso e Stroll não fizeram tempo suficiente para avançar.

A chuva mais uma vez se fez presente em Spa-Francorchamps e com isso, o início do Q3 teve de ser atrasado em dez minutos. Os pilotos que brigariam pela pole-position eram Norris, Hamilton, Bottas, Gasly, Verstappen, Vettel, Pérez, Russell, Ricciardo e Ocon.

A última fase da tomada de tempos foi iniciada e com a chuva caindo bastante forte. Entretanto, a briga pela pole-position foi autorizada, mas pouco depois teve de ser interrompida por uma bandeira vermelha.

O motivo foi um fortíssimo acidente de Norris na Eau Rouge. O inglês da McLaren perdeu a traseira e acertou com força a barreira de pneus, voltando rodando para a pista e destruindo o carro. No momento, Vettel parou ao lado do piloto para confirmar se estava tudo bem.

A chuva começava e parava em Spa-Francorchamps. As condições seguiam muito complicadas na corrida, impedindo a continuidade da classificação, que ainda tinha nove minutos restantes no cronômetro.

Depois de muito tempo paralisado, o treino foi retomado para as últimas voltas rápidas anotadas. Apesar de o traçado ainda bastante molhado, parte do pelotão deixou os boxes com pneu intermediário, sendo as exceções Russell e Ricciardo, que estão com compostos de chuva pesada.

Após os primeiros giros, Hamilton foi o primeiro a surgir na primeira posição da tabela com 2min01s552. O inglês da Mercedes era seguido por Verstappen, 0s973 mais lento, Bottas, Vettel e Gasly.

De forma surpreendente, Russell saltou para a primeira colocação com 2min00s086, mas foi batido por 0s321 por Verstappen, que ficou com a pole-position. Hamilton e Ricciardo completam a segunda fila.

Formação do grid
1 – Max Verstappen (Red Bull), 1min59s765
2 – George Russell (Williams), 2min00s086
3 – Lewis Hamilton (Mercedes), 2min00s099
4 – Daniel Ricciardo (McLaren), 2min00s864
5 – Sebastian Vettel (Aston Martin), 2min00s935
6 – Pierre Gasly (Alpha Tauri), 2min01s164
7 – Sergio Pérez (Red Bull), 2min02s112
8 – Esteban Ocon (Alpine), 1min03s513
9 – Lando Norris (McLaren), sem tempo
10 – Charles Leclerc (Ferrari), 1min57s721
11 – Nicholas Latifi (Williams), 1min58s056
12 – Carlos Sainz (Ferrari), 1min58s137
13 – Valtteri Bottas (Mercedes), 2min02s502 +5 posições
14 – Fernando Alonso (Alpine), 1min58s205
15 – Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo), 2min02s306
16 – Yuki Tsunoda (Alpha Tauri), 2min02s413
17 – Mick Schumacher (Haas), 2min03s973
18 – Kimi Räikkönen (Alfa Romeo), 2min04s452
19 – Nikita Mazepin (Haas), 2min04s939
20 – Lance Stroll (Aston Martin),1min58s231 +5 posições - (Por Nathalia De Vivo - F1 Mania)

Leia também:

Verstappen é mais rápido nos treinos livres do GP da Bélgica
Manchester United anuncia contratação de Cristiano Ronaldo
PSG e Manchester City caem no mesmo grupo da Champions
Capixaba do Bolsa Atleta conquista medalha na Paralimpíada
Fifa estuda realizar a Copa do Mundo a cada dois anos
Andretti se interessa por vaga na Fórmula 1 e inicia negociação
Atlético-MG amassa o River e vai à semi da Libertadores
Governo manda cancelar GP do Japão de F1 por alta da covid
Palmeiras atropela o São Paulo e vai à semi da Libertadores
Grande Prêmio de São Paulo de F1 exigirá público vacinado
Tite convoca seleção para jogos contra Chile, Argentina e Peru
Chelsea vence nos pênaltis e conquista a Supercopa da Uefa
Oficial: PSG anuncia a contratação do astro Lionel Messi
Lionel Messi chegou a acordo com o PSG, diz jornal francês
Membro do Barcelona vai à Justiça para impedir Messi no PSG
Jogos Paris 2024 terá arenas esportivas em locais históricos

TAGS:
MAX VERSTAPPEN | GP DA BÉLGICA | CRISTIANO RONALDO | LIBERTADORES | CONMEBOL | SUPERLIGA | UEFA | F1