Número de ataques fraudulentos cresce no primeiro semestre

O número de ataques contra brasileiros chegou a 1,9 milhão no primeiro semestre de 2021

Em 30/08/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: © Marcello Casal Jr/Agência Brasi

Segundo o Indicador de Tentativas de Fraude, o Sudeste teve pouco mais de 1 milhão de tentativas, seguido pelo Nordeste (347 mil), Sudeste (300 mil), Centro-Oeste (176 mil) e Norte (120 mil)

O número de ataques fraudulentos contra brasileiros chegou a 1,9 milhão no primeiro semestre de 2021, o que corresponde a um aumento de 15,6% com relação ao mesmo período do ano passado. A alta foi puxada principalmente pelas ações contra pessoas de até 25 anos, que tiveram crescimento de 19,3%, de acordo com o Indicador de Tentativas de Fraude da Serasa Experian. A entidade estima que houve uma movimentação fraudulenta a cada oito segundos.

Segundo o diretor de Soluções de Identidade e Prevenção a Fraudes da Serasa Experian, Jaison Reis, o aumento das tentativas de fraude ocorrido em 2021 é um reflexo da aceleração da digitalização por conta da pandemia de covid-19.

“Houve uma mudança no comportamento dos brasileiros, que passaram a adquirir bens e serviços online, graças às regras de distanciamento social impostas pela pandemia. Portanto, os oportunistas tinham mais transações para tentar acessar dados e recursos. Por isso, a importância de ter plataformas robustas que identifiquem essas tentativas e impeçam a ação dos fraudadores”.

Os bancos e cartões registraram 1,2 milhão de tentativas e as financeiras, 205 mil, com variação acumulada de 59,2% e -40,7%. O setor que teve maior crescimento no comparativo entre semestres deste ano e 2020 foi o varejo, com alta de 89,5% e 167 mil. Telefonia (-49%) e serviços (-19,5%) apresentaram queda, registrando 79 mil e 258 mil tentativas.

Segundo o Indicador de Tentativas de Fraude, o Sudeste teve pouco mais de 1 milhão de tentativas, seguido pelo Nordeste (347 mil), Sudeste (300 mil), Centro-Oeste (176 mil) e Norte (120 mil).

Entre as principais tentativas de fraude verificadas pela Serasa Experian utilizando documentos falsos ou roubados, deixando o prejuízo para a vítima, estão a compra de celulares, emissão de cartões de crédito, financiamento de eletrônicos no varejo, abertura de conta em banco, compra de automóveis e abertura de empresas.

Para evitar cair nesse tipo de golpe, os especialistas em fraude da Serasa Experian recomendam que os consumidores fiquem atentos e evitem ter seus dados pessoais expostos. Além disso, devem fazer transações digitais apenas com empresas de confiança e não clicar em links desconhecidos. (Por Flávia Albuquerque/ Agência Brasil)

Leia também:

Índice de confiança do comércio recuou em agosto, diz FGV 
Conta de luz seguirá na bandeira vermelha 2 em setembro
Norte e Centro-Oeste têm recuperação econômica intensa
Produção do pré-sal bateu recorde em julho, informa ANP
Inflação se espalha e já castiga famílias de todas as faixa
Fazenda Nacional abre parcelamento de dívida ativa do FGTS
Pelo 4º mês, confiança está em alta nos 30 setores da indústria
Retomada do varejo físico inibe comércio eletrônico no Brasil
Inflação dispara e deve ser a maior desde governo Dilma
ONS vê alta de 3,4% na carga de energia do Brasil em agosto
Alta na produção e no emprego reflete retomada da indústria
Pequenas indústrias evoluiram no 2º trimestre, diz CNI
Preço da cesta básica sobe 22% e encosta no salário mínimo
Inflação de julho aumenta1,12% para todas as faixas de renda

TAGS:
VAREJO | PARCELAMENTO | FGTS | DÍVIDAS | INFLAÇÃO | EMPREGO | ECONOMIA | PRODUÇÃO | INDUSTRIA | SELIC