Orçamento de 2022 prevê que salário mínimo vai ser R$ 1.169

O salário mínimo pode ficar ainda maior, caso a inflação supere a previsão até o fim do ano.

Em 31/08/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: © Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Com a alta de itens básicos, como alimentos, combustíveis e energia, a previsão para o INPC em 2021 saltou de 4,3% para 6,2%.

A alta da inflação nos últimos meses fez o governo elevar a previsão para o salário mínimo no próximo ano. O projeto da lei orçamentária de 2022, enviado hoje (31) ao Congresso Nacional, prevê salário mínimo de R$ 1.169, R$ 22 mais alto que o valor de R$ 1.147 aprovado na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) .

A Constituição determina a manutenção do poder de compra do salário mínimo. Tradicionalmente, a equipe econômica usa o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano corrente para corrigir o salário mínimo do Orçamento seguinte.

Com a alta de itens básicos, como alimentos, combustíveis e energia, a previsão para o INPC em 2021 saltou de 4,3% para 6,2%. O valor do salário mínimo pode ficar ainda maior, caso a inflação supere a previsão até o fim do ano.

PIB

O projeto do Orçamento teve poucas alterações em relação às estimativas de crescimento econômico para o próximo ano na comparação com os parâmetros da LDO. A projeção de crescimento do PIB passou de 2,5% para 2,51% em 2022. Já a previsão para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), usado como índice oficial de inflação, foi mantida em 3,5% para o próximo ano.

Outros parâmetros foram revisados. Por causa das altas recentes da Selic (juros básicos da economia), a proposta do Orçamento prevê que a taxa encerrará 2022 em 6,63% ao ano, contra projeção de 4,74% ao ano que constava na LDO.

A previsão para o dólar médio foi mantida em R$ 5,15. (Por Wellton Máximo/Agência Brasil)

Leia também:

Contas públicas registram déficit de R$ 10,2 bilhões em julho
Taxa de desemprego recua, mas 14,4 milhões buscam trabalho
Confiança Empresarial sobe 0,5 ponto em agosto ante julho
Preços do aço avançam na China com redução de estoques
Portocel está pronto para iniciar movimentação de ferro gusa
Minério de ferro avança com demanda por aço na China
Preço do minério de ferro cai por avanço de oferta na China
Máxima: Preços do coque e do carvão batem recordes na China
Vale comprou R$ 1,4 bilhão com fornecedores capixabas
Minério afunda 12% e deixa sob pressão Vale e siderúrgicas
Análise de impacto: Incaper capacita mulher rural e da pesca
Carvão coque tem leve alta e minério de ferro recua na China
Empreender: Fotografia pode ser fonte de renda para jovens
Empresas pretendem contratar nos próximos meses, diz PwC

TAGS: 
DESEMPEGO | ICE | FERRO GUSA | PORTOCEL | PESQUISA | CENÁRIO | ECONOMIA | CHINA | CINGAPURA