Pandemia aumentou dívida de países emergentes, diz BM

Presidente do Banco Mundial, David Malpass, disse que total devido atingiu US$ 860 bilhões

Em 13/10/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: © Arquivo/ REUTERS/Florence Lo/Direitos reservados

Segundo Malpass, muitos dos países afetados já estavam vulneráveis antes mesmo de a pandemia iniciar, em função da alta dívida pública e da desaceleração do crescimento econômico.

O esforço financeiro feito por países em situação de “baixo rendimento” para a adoção de medidas de combate à pandemia, resultou em um aumento de 12% da dívida desses países no ano passado, fazendo com que o total devido atingisse a marca recorde de US$ 860 bilhões, disse hoje (13) o presidente do Banco Mundial, David Malpass, durante a abertura da reunião anual do banco.

Segundo Malpass, muitos dos países afetados já estavam vulneráveis antes mesmo de a pandemia iniciar, em função da alta dívida pública e da desaceleração do crescimento econômico.

Malpass reiterou que a missão do banco é a de reduzir a pobreza e aumentar a prosperidade, levando em consideração o uso de energia limpa e o acesso da população de países emergentes à energia gerada.

“As mudanças climáticas mostram a necessidade de se reduzir as emissões”, disse. “Mas os países em desenvolvimentos precisam apresentar planos e projetos dizendo como vão atingir objetivos”, acrescentou.

Ele destacou as ações do banco visando a obtenção de doses de vacinas.

“Duas semanas atrás, 250 milhões de vacinas ajudaram a salvar vidas, por meio de [contratos envolvendo] o Banco Mundial, visando financiar a solução de problemas”, disse. (Por Pedro Peduzzi/Agência Brasil)

Leia também:

Redução da tarifa do Mercosul aliviará a inflação, diz Guedes
Brasil e Argentina fecham acordo para cortar tarifa do Mercosul
Banco Central da Índia mantém taxa básica de juros em 4%
Criação de vagas no setor privado dos EUA sobe em setembro
Bolsa cai em setembro e tem pior mês desde março de 2020
Na Alemanha, índice Ifo das empresas cai a 98,8 em setembro
BC do Japão mostra pessimismo na exportação e indústria
Inadimplentes: 56,4% das dívidas dos são pagas em até 60 dias
Mercado financeiro eleva projeção da inflação para 8,35%
Ministério mantém previsão de crescimento da economia
Governo encaminha plano de redução de benefícios fiscais

TAGS:
BANCO MUNDIAL | PANDEMIA | DÍVIDA | PAÍSES EMERGENTES | ECONOMIA INTERNACIONAL