Pessoas em situação de rua voltam à sala de aulas em Serra

O trabalho com os estudantes vai aproveitar os saberes já pertencentes a eles.

Em 02/10/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: Tom Paparazzy-Secom/PMS

Foram entregue kits de material escolar aos estudantes que serão atendidos pelo serviço, que ocorrerá de outubro a dezembro de 2021.

A Prefeitura de Serra, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (Sedu), lançou nesta sexta-feira (1º), a aula inaugural da Educação de Jovens e Adultos (EJA) no Centro Pop. O evento contou com apresentação musical, depoimentos de pessoas que superaram a condição de rua, declamação de poemas, entre outros.

“O nosso objetivo é minimizar os impactos educativos e sociais na vida de jovens e adultos em situação de rua no município de Serra. Nós queremos a redução das problemáticas sociais alargadas pela pandemia, garantindo o direito desses sujeitos à educação, uma vez que não há, por ora, identificação com os espaços escolares formais”, afirmou a secretária de Assistência Social, Cláudia Silva.

O projeto acontece por meio de oficinas pedagógicas que visam aproximar o público alvo das questões da atualidade e do ambiente escolar. Serão ofertadas temáticas envolvendo língua portuguesa; meio ambiente; matemática básica e questões relacionadas ao município como, por exemplo, cultura serrana, o nascimento da Serra e o crescimento populacional. Serão atendidos uma média de 10 a 15 estudantes nessa modalidade.

“Com o Projeto lançado, serão montadas oficinas ou salas alfabetizadoras em espaços alternativos que atendam a diversidade da população em situação de rua, estabelecendo o diálogo como fundamento metodológico com a multiplicidade de características e experiências, como as fases da vida, as condições de trabalho, identidade cultural, ética, participação social e a linguagem e suas expressões”, destaca o secretário de Educação, Alessandro Bermudes.

Cabe destacar ainda que, o foco dessas disciplinas ofertadas será a multidisciplinaridade como forma de valorizar os saberes, experiências, história de vida e estreitar os vínculos com as pessoas que se encontram em situação de rua. Além disso, articular com as escolas que ofertam a modalidade EJA, a inserção dessas pessoas nos espaços escolares em 2022.

Na ocasião, foram entregue kits de material escolar aos estudantes que serão atendidos pelo serviço, que ocorrerá de outubro a dezembro de 2021, três vezes por semana com duração de duas horas.

Leia também:

Inclusão Digital nas escolas do Ensino Fundamental de Viana
Plano Vitória: R$31 milhões para construir e reformar 3 escolas
Inscrição no Desafio Criativos da Escola 2021 até 4 de outubro
Vitória institui tempo integral para Educação Infantil em 2022
Serra se antecipa ao prazo do MP e aumenta a Bolsa Estágio
Serra: Parceria entre Prefeitura e Vale contra a evasão escolar
Estudantes da Rede Estadual e Ufes recuperam computadores
Prefeitura de Serra vai distribuir 65 mil kits alimentação escolar
Seme repassa mais de R$393 mil para melhorias em escolas
Sedu repassa mais de R$48,5 milhões para Conselhos de Escola
Vila Velha premia a Escola do Xuri no concurso de desenho

TAGS:
CENTRO POP | SERRA | EDUCAÇÃO | INCLUSÃO SOCIAL | EJA | MORADOR DE RUA