Prefeitura de Vila Velha concede Bolsa Aluno de R$ 450

51.107 alunos matriculados na rede municipal receberão R$ 150, cada, durante três meses.

Em 31/03/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: Adessandro Reis/PMVV

“Estamos promovendo uma série de ações para incentivar o interesse no conteúdo escolar, com conteúdo lúdico, interativo e digital", disse o prefeito de Vila Velha, Arnaldinho Borgo.

A Prefeitura de Vila Velha está realizando um investimento na área social voltado para a educação, onde 51.107 alunos matriculados na rede pública municipal de ensino serão beneficiados pelo programa Bolsa Aluno, que pagará um valor mensal de R$ 150, durante três meses. 

Os pais ou responsáveis pelos alunos receberão um cartão personalizado e o valor só poderá ser utilizado no comércio da cidade de Vila Velha. Segundo o prefeito Arnaldinho Borgo, a medida é uma das alternativas criadas pela gestão municipal para incentivar o desempenho escolar e evitar a evasão. O prefeito destaca ainda que a medida vai injetar R$ 23 milhões no comércio da cidade. 

“Estamos promovendo uma série de ações para incentivar o interesse no conteúdo escolar, com conteúdo lúdico, interativo e digital. Mas observamos que os alunos não vão se interessar sem ter o que comer em casa, ou com pouco recurso tecnológico, sem livro ou sem uma internet de qualidade. Com a Bolsa Aluno, os pais ou responsáveis pelos alunos terão agora auxílio financeiro, além do pedagógico, para que juntos possamos vencer esse momento de pandemia sem deixar nossas crianças desamparadas”, comentou o prefeito. 

s alunos da Educação para Jovens e Adultos (EJA) também serão contemplados com o Bolsa Aluno. Serão pagos, mensalmente, R$ 150. Para receber o benefício, de acordo com a secretária municipal de Educação, Fabiana Kauark, é preciso preencher alguns requisitos. 

“É preciso estar regularmente matriculado na rede pública de ensino do nosso município. Também é preciso estar assíduo nas atividades escolares disponibilizadas pelas escolas”, completou. 

Os alunos que interromperem os estudos perderão o benefício. Para que isso não ocorra, os diretores das unidades serão aliados importantes. Eles acompanharão o desempenho dos alunos e enviarão mensalmente relatório com assiduidade dos matriculados.

TAGS
CIDADANIA   |   EDUCAÇÃO    |  SAÚDE    |   EMPREGOS   |  ESPORTES   |   CIDADE   |   ECONOMIA