Prefeitura de Vila Velha divulga novas medidas para as escolas

As aulas na rede pública e privada, independente da classificação de risco, estão suspensas.

Em 15/03/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: Assessoria/PMVV

A medida se faz necessária neste cenário da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) e se aplica a todo o território estadual. As escolas que ofertam a Educação Infantil terão até a próxima quarta-feira (17) para se organizarem. 

A Prefeitura de Vila Velha, por meio da Secretaria Municipal de Educação, informa que, após a nova medida do Governo Estado, publicada por meio da Portaria Sesa/Sedu 001/2021 no Diário Ofical, as aulas presenciais da Educação Infantil (de 0 a 5 anos) na rede pública e privada no Espírito Santo, independente da classificação de risco, estão suspensas por 21 dias. A suspensão foi adotada devido à taxa de ocupação dos leitos pediátricos ser superior a 90% e, além disso, por existir o início da fase sazonal de outras doenças respiratórias. Tal medida se faz necessária neste cenário da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) e se aplica a todo o território estadual. As escolas que ofertam a Educação Infantil terão até a próxima quarta-feira (17) para se organizarem. 

A suspensão das aulas na Educação Infantil foi uma decisão tomada em conjunto entre as Secretarias da Saúde (Sesa) e da Educação (Sedu), Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), Sindicato das Escolas Particulares do Estado do Espírito Santo (Sinepe) e União de Dirigentes Municipais do Espírito Santo (Undime).

Aulas remotas

Após o pronunciamento do Governo do Estado sobre a Matriz de Risco Covid-19, estabelecida pela Portaria SESA nº013-R, que tem vigência a partir desta segunda-feira (15), o município de Vila Velha retomará as aulas para o formato de ensino remoto para toda a rede, visto que o município encontra-se em Risco Alto. 

O ensino remoto continuará sendo feito em ambiente virtual, por meio da plataforma municipal "Escola tá ON" e por meio do Google Classroom (Google Sala de Aula).  Os alunos que não possuírem condições de acessar o conteúdo poderão retirar as Atividades Pedagógicas Não Presenciais (APNPs) de maneira impressa nas Unidades Municipais, seguindo os protocolos de segurança já adotados pelas escolas. As APNPs são um conjunto de atividades, realizadas com ou sem mediação tecnológica, a fim de garantir atendimento acadêmico durante o período de restrições, para realização de atividades escolares enquanto não for possível a presença física de estudantes na unidade. 

A Secretaria de Educação reforça que a orientação do prefeito Arnaldinho Borgo é garantir a segurança e a saúde de toda a comunidade escolar, para que as vidas dos profissionais da educação, dos alunos e de suas famílias estejam protegidas e sejam salvas. (Con informações da Semco/PMVV)

TÓPICOS:
EDUCAÇÃO   |   EMPREGOS & ESTÁGIO   | CIDADE   |   ESPORTES   |  SAÚDE    |   ECONOMIA