Procon Vitória aponta variação de 210% no preço da mortadela

O quilo da mortadela se mantém como a variação mais alta na Pesquisa de preços, 210%.

Em 03/09/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: Divulgação

Foram pesquisados 64 itens da cesta básica em nove estabelecimentos, compreendendo as nove regiões administrativas de Vitória, nos dias 30 e 31 de agosto.

O quilo da mortadela se mantém como a variação mais alta na Pesquisa de preços dos itens de Primeira Necessidade, feita pelo Procon de Vitória. A variação chegou a 210%, podendo, o quilo, ser comprado de R$11,90 a R$36,99.

Foram pesquisados 64 itens da cesta básica em nove estabelecimentos, compreendendo as nove regiões administrativas de Vitória, nos dias 30 e 31 de agosto. O item “Filé de peito de frango” foi incluído na pesquisa apresentada neste mês de Setembro.

O segundo item com maior variação foi a margarina com sal (500g), com 164,96% de variação, sendo vendida de R$5,28 a R$13,99. A terceira maior variação fica para o quilo do mamão com 135,69%, com preços que variam de R$3,39 a R$7,99.

O biscoito Maizena de 200g teve uma variação de 110,05%, com preços entre R$1,89 a R$3,97.
Produtos como o maço de salsa e cebolinha também aparecem nos itens de maior variação de preço, com 109,24% cada um. Os preços desses produtos variam de R$1,19 a R$2,49.

Comparativo

A gerente do Procon Vitória, Denize Izaita, conta que além da pesquisa por produto, que ajuda o consumidor a fazer boas escolhas considerando produto, preço e validade, a equipe do Procon fez uma pesquisa comparativa entre a pesquisa do mês de agosto e setembro e do mesmo período no ano de 2020 a 2021.

No comparativo entre os meses de Agosto e Setembro, deste ano, a variação no aumento de preço ficou para o quilo da Batata Inglesa com 75,38%, quando na pesquisa de agosto o valor era de R$1,99 e de setembro R$3,49. Já a variação na redução do preço ficou com o biscoito doce maisena de 200gr, quando custava em agosto R$2,38 e na pesquisa atual ficou em R$1,89.

No comparativo do mesmo período da pesquisa em relação à 2020 e 2021 o aumento de preço ficou por conta do café em pó (250 gr), que variou 82,70%. Na pesquisa de setembro de 2020 o preço era R$2,89 e, neste ano o preço é de R$5,28.

No que se refere a redução de preço, a maior queda fica por conta da caixa de um quilo do sabão em pó, sendo de 59,77%. Em 2020 custava R$14,79 e na pesquisa de 2021 está com o preço de R$5,95.

“Considerando o salário mínimo de R$1.100,00, o trabalhador remunerado com esse valor comprometeu sua renda em 51,28% em gastos com produtos da cesta de itens de primeira necessidade, neste mês de Setembro. Em agosto esse percentual foi de 48,86%”, informou Denize Izaita, gerente do Procon de Vitória.

A pesquisa

Série histórica - Procon - setembro 2021
Relatório técnico - Procon - setembro 2021 
Ranking - Procon - setembro 2021
Preço médio - - Procon - setembro 2021
Itens de primeira necessidade 
Compartativo Setembro/20 x Setembro/21
Compartativo Agosto/20 x Agosto/21
Cesta básica x Salário - setembro

Leia também:

Concurso de Qualidade do Café Conilon na fase de degustação
CRJ Itinerante realiza evento virtual sobre produção de picolé
Município de Linhares é destaque no agronegócio capixaba
> Divino de São Lourenço realiza II Mostra de Cafés de Qualidade
Sefaz lança cartilha com passo a passo para adesão ao Refis
Empresária une estética e bem-estar no tratamento capilar
Quatro dias: Feira Sabores da Terra movimentou R$ 1 milhão
Sefaz apresenta Refis 2021 para setor de rochas do Estado
Prefeitura de Serra oferece curso de capacitação de vendas
Feira Sabores da Terra 2021 vai até dia 1º na Praça do Papa
MEI, ME, EPP: Governo do Estado lança Projeto Compre do ES

TAGS:
PROCON | MORTADELA | PREÇOS | COMÉRCIO | FEIRA | INDÚSTRIA | SERVIÇOS | ECONOMIA | CIDADE