​Professora ensina português e matemática usando o Pop-it

Professora de alfabetização descobriu uma forma de usar o brinquedo nas aulas em Vila Velha

Em 04/10/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: Assessoria/PMVV

O brinquedo, que é vendido com o objetivo de “desestressar” quem usa, passou a ser utilizado para ajudar nas continhas de matemática, de adição e subtração.

A professora Elisângela Carcabrini, da UMEF Professora Leopoldina Conceição, está sempre antenada nos assuntos que interessam aos seus alunos. Ela logo percebeu a febre do Pop-it, resolveu estudar melhor o que era o brinquedo e descobrir como podia usar em sala de aula para chamar a atenção das crianças, já que a grande maioria passou a levar o item na mochila.

E foi assim que ela começou a ensinar português e matemática usando o Pop-it. O brinquedo, que é vendido com o objetivo de “desestressar” quem usa, passou a ser utilizado para ajudar nas continhas de matemática, de adição e subtração. É mais ou menos assim: a professora coloca a conta de adição no quadro e os alunos apertam as bolinhas do Pop-it de acordo com a quantidade referente. Depois, é só contar quantas bolinhas ficaram do lado contrário e descobrir o resultado da adição. Na hora da subtração, a lógica é a mesma.

Para aprender português, a dinâmica é um pouco diferente. O Pop-it auxilia na hora de descobrir quantas sílabas as palavras tem. A professora diz uma palavra e eles repetem em voz alta, fazendo a divisão silábica. Ao mesmo tempo, apertam no pop-it as bolas referentes à quantidade de sílabas que acham que a palavra possui.  Fica fácil depois, visualmente, descobrir quantas sílabas são.

Na sala de aula, os alunos passaram a ficar muito mais interessados nas atividades que a professora passa no quadro.

“A gente pensa que é um brinquedo bobo, mas não é, dá para ser utilizado de várias formas. E se eles gostam, por que não aproveitar?  É uma ferramenta pedagógica muito rica em sala de aula. Os alunos ficam mais envolvidos e interessados em aprender”, explicou a professora.

Somar, subtrair e dividir as palavras são só alguma das atividades que os alunos realizam com o Pop-it. Eles também fazem competições, brincam de jogos de rimas e o brinquedo foi adaptado também para os alunos da Educação Especial, que ainda estão iniciando a alfabetização.

Elisângela escreveu em cada bolha do pop-it uma letra do alfabeto e os alunos realizam atividades para começar a assimilar o som das vogais e consoantes com a imagem. Assim, a professora ensina e brinca com os alunos na sala de aula e a aprendizagem fica bem mais divertida. (Semcom/PMVV)

Leia também:

Pessoas em situação de rua voltam à sala de aulas em Serra
Inclusão Digital nas escolas do Ensino Fundamental de Viana
Plano Vitória: R$31 milhões para construir e reformar 3 escolas
Inscrição no Desafio Criativos da Escola 2021 até 4 de outubro
Vitória institui tempo integral para Educação Infantil em 2022
Serra se antecipa ao prazo do MP e aumenta a Bolsa Estágio
Serra: Parceria entre Prefeitura e Vale contra a evasão escolar
Estudantes da Rede Estadual e Ufes recuperam computadores
Prefeitura de Serra vai distribuir 65 mil kits alimentação escolar
Seme repassa mais de R$393 mil para melhorias em escolas
Sedu repassa mais de R$48,5 milhões para Conselhos de Escola

TAGS:
VILA VELHA | POP-IT | EDUCAÇÃO | ALFABETIZAÇÃO | PORTUGUÊS | MATEMÁTICA