Repórter da CNN sofre ameaças de seguranças de Bolsonaro

Carla Bridi ainda disse que os apoiadores do presidente também hostilizaram os jornalistas.

Em 04/05/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: Divulgação/IstoÉ

“Um dos apoiadores usou os piores palavrões pra se dirigir à imprensa. E ele estava longe de nós", disse a repórter da CNN Brasil, Carla Bridi.

Carla Bridi, repórter da CNN Brasil, disse nas redes sociais que sofreu ameaças da equipe de segurança do presidente Jair Bolsonaro no último domingo (2).

“Ao entrarmos no carro da emissora para tentar seguir o comboio presidencial, gritaria – segurança sem máscara começou a nos ameaçar, colocou a mão em cima da arma. Dois colegas de outros veículos foram ameaçados por outro segurança – esse de fato tirou a arma do cinto”, escreveu a jornalista.

Carla ainda disse que os apoiadores do presidente também hostilizaram os jornalistas.

“Um dos apoiadores usou os piores palavrões pra se dirigir à imprensa. E ele estava longe de nós. Quando passou por nós, nem olhou na cara. Tava acompanhado da filha, uma criança que aparentava ter 8 anos. Que tipo de educação vai passar pra essa menina, só Deus sabe”, continuou Carla.

“Em resumo, hostilização por parte de seguranças e apoiadores do Presidente, em pleno domingo de plantão. No fim, um outro segurança foi chamar atenção do apoiador que nos xingou. E pediu pra que não fizéssemos matérias sobre a confusão. Em troca, não iria anotar nossos nomes”, finalizou a jornalista. (Redação IstopE)

TAGS: 
OBRAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADE | EMPREGOS | IPVA | GOVERNO | SEFAZ