Senado aprova recondução de Augusto Aras à PGR por 55 a 10

Aras precisava do apoio de ao menos 41 dos 81 senadores para continuar à frente da PGR.

Em 25/08/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: REUTERS/Adriano Machado - Foto: Reuters

O Procurador-Geral da República precisava do apoio de ao menos 41 dos 81 senadores para continuar à frente da PGR por mais dois anos.

O Senado aprovou, por 55 votos a 10, a recondução de Augusto Aras para a Procuradoria-Geral da República (PGR). Aras precisava do apoio de ao menos 41 dos 81 senadores para continuar à frente da PGR por mais dois anos. Ele havia sido indicado pelo presidente Jair Bolsonaro ao cargo em 20 de julho.

Nesta terça-feira, 24, depois de mais de seis horas de sabatina, Aras foi sabatinado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado por 21 votos a 6. O relator de sua nomeação na CCJ e no plenário foi o senador Eduardo Braga (MDB-AM). Aras é procurador-geral desde setembro de 2019.

O plenário do Senado aprovou, também, a indicação de Fernando Caio Galdi para o cargo de diretor da Comissão de Valores Mobiliários (CVM); o de Moacyr Rey Filho para o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP); e o de Mário Henrique Aguiar Goulart Ribeiro Nunes Maia para o Conselho Nacional de Justiça (CNJ). (Estadão Conteúdo)

Leia também:

Brasil Verde é apresentado no Fórum dos Governadores
Doria nomeia Rodrigo Maia para secretaria no governo de SP
Avaliação negativa do governo Bolsonaro atinge maior nível
Estados expressam apoio ao STF sobre ataques de Bolsonaro
Congresso manobra para liberar R$ 7 bi a partidos em 2022
Casagrande e Zema avaliam acordo sobre tragédia de Mariana
Parte da elite se afastou de Bolsonaro e não entra em aventura
Com 437 votos, Câmara cassa mandato da deputada Flordelis
PEC do voto impresso é rejeitada pelo plenário da Câmara
Militares devem deixar de lado loucuras de Bolsonaro, diz Renan
Operação Formosa: Por que blindados do Rio estarão Brasília
Bolsonaro receber tanques em Brasília é ameaça de golpe
Comissão especial da Câmara rejeita PEC do Voto Impresso
Estados pedem apoio do governo no combate à variante Delta
Senado aprova PLC para ICMS sobre venda em outro estado
Produção de serviços tem maior expansão em 8 anos, diz PMI
Trabalho remoto gerou economia de R$ 1,4 bilhão no Executivo

TAGS: 
CONGRESSO | PGR | STF | IMPEACHMENT | INVESTIGAÇÃO | PROPINA | ELEIÇÕES | POLÍTICA