Serra prorroga o prazo para o Selo Turismo Responsável

O prazo do desafio Selo Turismo Responsável foi adiado para o próximo dia 15 de abril. 

Em 03/04/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: Reprodução/Guia&Turismo

O prazo foi para o dia 15 de abril, devido às novas restrições da pandemia de Covid-19

Devido às novas restrições da pandemia de Covid-19, a Prefeitura de Serra, por meio da Secretária Estadual de Turismo (Setur) adiou o prazo do desafio Selo Turismo Responsável para o dia 15 de abril. 

O Ministério do Turismo criou o Selo Turismo Responsável, um programa que orienta os segmentos do setor nas boas práticas de higienização para a segurança dos turistas do município com o objetivo de diminuir os impactos causados pela pandemia do novo coronavírus, além de preparar a categoria para o retorno gradativo das atividades. 

O selo é um incentivo para que os turistas se sintam seguros ao viajar e frequentar locais que cumpram protocolos específicos para a prevenção da Covid-19, de forma responsável. Para ter acesso ao selo, as empresas e guias de turismo precisam estar devidamente inscritos no Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur), que é gratuito.

Oportunidade

O secretário Municipal de Turismo, Cultura, Esporte e Lazer, Thiago Carreiro, disse que vê esse adiamento do prazo como uma importante oportunidade para o turismo do município de Serra. Ressaltando que bares, restaurantes, meios de hospedagens, cerimoniais e guias de turismo, devem aproveitar a prorrogação do prazo para adesão ao Selo de Turismo Responsável. 

“Adotando os critérios e protocolos sanitários do selo, esses empreendimentos terão um certificado de que sua atividade é segura e responsável e nos dias de hoje, isso é uma das coisas mais procuradas pelos turistas. Vale ainda agregar este selo em todas as mídias de divulgação que o empreendedor fizer” ressaltou Thiago Carreiro. 

Essa é a primeira etapa do Plano de Retomada do Turismo Brasileiro, que é coordenado pelo Ministério do Turismo. Os turistas querem segurança. Nesse sentido, os participantes que trabalham de forma direta ou indireta no setor turístico devem se preparar para atender a esse público. 

TAGS:
VIAGENS   |   TURISMO   |  SAÚDE   |  EMPREGOS   | CIDADE   |   ESPORTES   |   ECONOMIA