Serra será a maior economia do ES, diz prefeito Sérgio Vidigal

Não adianta números importantes, com a população vivendo abaixo da linha da pobreza.

Em 01/01/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: Edson Reis

"Não adianta uma cidade mostrar números importantes de investimentos, com uma população vivendo abaixo da linha da pobreza", disse o prefeito de Serra, Sérgio Vidigal.

Sérgio Vidigal (PDT), 63 anos, tomou posse como prefeito da cidade de Serra pela quarta vez, na tarde desta sexta-feira (1º), e afirmou que vai trabalhar em parceria com o poder legislativo para aprovar projetos importantes e melhorar a ambiência de negócios para transformar a cidade de Serra na maior economia do Estado do Espírito Santo, em dois anos. A solenidade aconteceu na Câmara Municipal de Serra, que empossou também, o vice-prefeito, Thiago Carreiro, além dos 23 vereadores para a legislatura entre 2021 e 2024.

Sobre a pandemia

Vidigal falou sobre as dificuldades que terão de ser enfrentados na área da saúde, no desemprego, haja visto, por exemplo, que o auxílio emergência terminou ontem (31), e na educação são desafios enormes e ainda não temos uma vacina.

“Estamos assumindo o mandato dentro de uma pandemia, com um dado ainda mais grave: não temos uma vacina, o auxílio emergência terminou ontem (31), teremos um número maior de pessoas desempregadas, o empobrecimento da sociedade, junto com a necessidade de melhorar os serviços públicos, até porque, nesse processo de pandemia e desemprego, muitas pessoas sairão da saúde suplementar e irão para o sistema único da saúde (SUS). Muitos alunos que estavam em escolas privadas, irão para o ensino público e, diante disso tudo, é preciso que tenhamos um compromisso muito grande com a proteção social. Não adianta uma cidade mostrar números importantes de investimentos, com uma população vivendo abaixo da linha da pobreza.”

O empresário e vice-prefeito de Serra, Thiago Carreiro, também foi empossado em solenidade realizada na Câmara de Vereadores. Foto: Edson Reis.

Relação com Câmara

O prefeito se colocou à disposição para trabalhar em parceria e construir uma relação harmoniosa com a Câmara de Vereadores.

“Estou aqui, me colocando à disposição para integrar e fazer parte do processo de transformação. Esses oito anos que estive fora me permitiram inovar, ter novas visões, aprender e enxergar melhor o cenário que estamos vivenciando. Este é um trabalho de parceria e queremos ter uma relação harmoniosa, uma relação de respeito, entendendo a autonomia do poder legislativo, porque precisamos aprovar projetos importantes. Uma das propostas é reduzir a estrutura administrativa e redução de despesas e, para isso, precisamos que a Câmara aprove os projetos”, disse Vidigal.

Capacidade de investimentos

Serra precisa melhorar a capacidade de investimentos e ter condições de poder oferecer o serviço de qualidade para a população.

“Não quero desqualificar ninguém, mas, o meu retorno é para a gente poder dar um salto para o futuro da nossa cidade. Precisamos investir em tecnologia, conectar a cidade e facilitar a vida do cidadão.”

Crescimento da cidade

Sérgio Vidigal prometeu que a cidade de Serra será a maior economia do Espírito Santo num prazo de dois anos.

“É preciso ter uma nova visão sobre o processo produtivo do nosso município. Temos de rever a nossa legislação, desburocratizar, facilitar, acelerar, agilizar a liberação de novos investimentos na cidade, qualificar e capacitar o nosso morador. Precisamos investir na educação para melhorar a escolaridade das pessoas. Investir na segurança pública para melhorar a ambiência de negócios.”

Compromisso

Vidigal reinterou o seu compromisso de cuidar da cidade e também das pessoas.

“A eleição já passou e agora vamos unir a cidade para proporcionar melhor qualidade de vida à população e tratar todos de forma igualitária. Vamos usar o orçamento público para erradicar a desigualdade social. Queremos uma Serra igual para todos, finalizou o prefeito Sérgio Vidigal.

Vereadores empossados 

Teilton Valim (PP)
Adriano Galinhão (PSB)
Professor Rurdiney (PSB)
Rodrigo Caldeira (PRTB)
Saulinho da Academia (Patriota)
Paulinho do Churrasquinho (PDT) 
Gilmar Dadalto (PSDB)
Fred (PSDB)
Ericson Duarte (Rede)
Raphaela Moraes (Rede) 
Dr. William Miranda (PL)
Igor Elson (Podemos)
Jefinho do Balneário (PL)
Elcimara Loureiro (PP)
Wilian da Eletrica (PDT)
Cleber Serrinha (PDT). 
Professor Alex Bulhões (PMN)
Sergio Peixoto (PROS)
Rodrigo Caçulo (Republicanos) 
Wellington Alemão (DEM)
Anderson Muniz (Podemos)
Professor Artur Costa (Solidariedade) 
Pablo Muribeca (Patriota) 

(Por José Luiz Mazolini - Redação Multimídia)