​Servidores da Prefeitura de Vila Velha realizam curso de libras

Servidores da Prefeitura de Vila Velha participam do curso de Libras, no Auditório da PMVV.

Em 22/09/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: Bárbara Greco/PMVV

O mês é marcado por ações voltadas para a conscientização das conquistas alcançadas pela comunidade surda ao longo dos anos.

Servidores da Prefeitura de Vila Velha participam do curso de Libras, no Auditório da PMVV. O curso começou na última segunda (20) e vai até sexta-feira (24). O encontro foi ofertado pela Secretaria Municipal de Administração. A iniciativa é em homenagem ao Setembro Azul, mês de comemoração e luta da Comunidade Surda Brasileira e vai possibilitar aos servidores o acesso à Língua Brasileira de Sinais. 

“Estamos promovendo a inclusão social e tornando mais humanizado o tratamento dos munícipes que, porventura, tenham alguma deficiência auditiva. Com o curso, a integração será facilitada e o processo de atendimento será mais humanizado, gerando assim mais empatia e conexão entre a Administração Pública e os moradores de Vila Velha”, relatou o secretário de Administração, Rodrigo Magnago. 

Professora de língua de Sinais há mais de 14 anos, Daniela Rangel de Almeida relata a importância desse atendimento humanizado:

“Essa inclusão é fundamental, pois os munícipes que têm alguma deficiência auditiva também são usuários dos postos de saúde, das escolas, enfim, também utilizam vários serviços da Prefeitura. O servidor precisa se qualificar para atender esse público”, frisa. 

Cristina Lodi, assessora na Subsecretaria de Atenção à Saúde, não pensou duas vezes ao se inscrever no curso: “Essa qualificação é muito importante. Ter alguém na equipe que saiba se comunicar por sinais irá facilitar os atendimentos”, afirma Lodi. 

“Esse curso está sendo maravilhoso. Já aprendi o meu nome por sinais e não quero parar por aí, vou procurar um curso mais aprofundado”, relata Ilza de Paula, Agente de Saúde na Unidade de Ulisses Guimarães.

“Sou bibliotecária na UMEF Antônio Debarcellos e atendo várias pessoas. Saber se comunicar em libras será muito bom. Estou amando o curso e vou poder atender toda a comunidade de forma acessível”, expressa Rayanne de Andrade Gonçalves.

O mês é marcado por ações voltadas para a conscientização das conquistas alcançadas pela comunidade surda ao longo dos anos e também por datas significativas, como o Dia Mundial da Língua de Sinais, Dia Nacional dos Surdos e Dia Internacional do Intérprete de Libras. 

A cor azul simboliza a faixa que era usada no braço das pessoas para identificação na comunidade, durante a época da Segunda Guerra Mundial, em um cenário onde os surdos eram vistos como inferiores perante a sociedade. Com o passar dos anos, a faixa azul se tornou símbolo de luta e resistência. (Semcom/PMVV)

Leia também:

Secretaria de Educação da Serra destaca projetos para juventude
> PSE leva orientações sobre alimentação nas escolas de Cariacica
Vitória faz avaliação institucional das 102 unidades de ensino
Divulgada lista de classificados no programa Qualificar ES
Centro Estadual de Anchieta passa se chamar ‘Paulo Freire’
Prefeitura de Cariacica abre matrículas para EJA em 23 escolas
No mês da inclusão, Serra terá Seminário de Educação Especial 
Vitória entre as 4 capitais que mais vacinaram educadores
Escolas podem usar verbas do PDDE para aulas presenciais
MEC estuda a criação da 1ª universidade federal digital
Seme vai inaugurar mais 2 turmas do “Alfabetiza-ação Cariacica”

TAGS:
VILA VELHA | PREFEITURA | SERVIDOR PÚBLICO | LIBRAS | EDUCAÇÃO | INCLUSÃO