Técnico argentino Ariel Holan pede demissão do Santos

Treinador argentino Ariel Holan, de 60 anos, comunicou sua saída na noite de ontem (25).

Em 26/04/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: © Ivan Storti/Santos FC/Direitos Reservados

O treinador argentino se prontificou a comandar o time amanhã (27) contra O Boca Júniors, da Argentina, pela segunda rodada da fase de grupos da Copa Libertadores.

O treinador argentino Ariel Holan, de 60 anos, comunicou sua saída do clube na noite de ontem (25), em conversa com o presidente do Santos, Andrés Rueda, após a derrota em casa por 2 a 0 para o Corínthians, pela oitava rodada do Campeonato Paulista. O próprio Rueda anunciou o pedido de demissão do técnico, na manhã desta segunda-feira (26), durante coletiva. Holan foi contratado pelo Peixe em 22 de fevereiro para substituir o técnico Cuca.

O treinador argentino se prontificou a comandar o time amanhã (27) contra O Boca Júniors, da Argentina, pela segunda rodada da fase de grupos da Copa Libertadores. Mas, segundo Rueda, a diretoria ainda avaliará se Holan estará à beira do gramado, ou se Marcelo Fernandes, da comissão técnica permanente do Santos, assumirá a equipe. 

De acordo com Rueda, o técnico argentino revelou não estar satisfeito com a falta de resultados imediatos, apesar do trabalho realizado. Disse que o novo técnico poderia fazer contratações pontuais, com a liberação do Transfer Ban (punição da Fifa que impedia contratações). O presidente do clube mencionou ainda fogos e um rojão que torcedores teriam direcionado ao apartamento de Holan, fato que deixou o treinador reticente a reconsiderar sua decisão.

“A gente ponderou, não era o que eu queria. O pessoal confunde projeto de três anos, com contrato de três anos com treinador. Eu lembro que mesmo com contrato de três anos, existindo, existindo uma quebra de contrato de qualquer parte, a gente está falando de uma multa de quatro salários. A gente ponderou e de comum acordo a gente aceitou essa situação. Tentei reverter, não teve jeito. Houve até casos de fogos no apartamento dele, estouraram rojão, isso deixou ele de uma maneira não confortável”, contou Rueda. 

Em 12 partidas no comando do Peixe, o treinador argentino - campeão do campeonato nacional chileno pelo Universidad Católica -  somou quatro vitórias, três empates e cinco derrotas. Sobre o novo técnico que o Santos buscará para substituir Holan, o presidente do clube afirmou que o perfil continuará o mesmo. 

"O perfil nosso para treinador não muda. A gente gosta de jogar com a base, que jogue para frente, que agregue tecnologia, que seja transparente. A gente vai fazer o o possível para trazer o treinador mais rapidamente. A nossa comissão permanente existe para isso: suprir essas lacunas entre um técnico e outro", garantiu Rueda. (Agência Brasil)

TAGS:
ESPORTES   |   FÓRUMA 1   |   CORRIDA   |   PILOTOS   |   GP   |   INTERNACIONAL   |   ECONOMIA   |   SAÚDE