TSE vai investigar se atos de 7 de setembro foram financiados

O presidente Jair Bolsonaro marcou presença nos atos e fez discursos atacando a democracia

Em 15/09/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: Reuters

De acordo com a declaração de fontes para a GloboNews, essa decisão do corregor-geral é importante e representam a primeira consequência judicial dos atos. 

Luís Felipe Salomão, corregedor-geral da Justiça Eleitoral, decidiu investigar se existiu financiamento dos atos realizados em 7 de setembro. Caso a suspeita se mostre acertiva, o objetivo é descobrir quem pagou para a realização das manifestações. A informação é da GloboNews.

Além disso, Salomão quer investigar se as manifestações do feriado da Independência configuram campanha eleitoral antecipada. O presidente Jair Bolsonaro marcou presença nos atos e fez discursos atacando a democracia e os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal).

De acordo com a declaração de fontes para a GloboNews, essa decisão do corregor-geral é importante e representam a primeira consequência judicial dos atos. 

Abuso de poder econômico e político, uso indevido dos meios de comunicação social, corrupção, fraude, condutas vedadas a agentes públicos, e propaganda extemporânea (antecipada), em relação aos ataques contra o sistema eletrônico de votação e à legitimidade das eleições do próximo ano agora são alvo de apuração. (Terra)

Leia também:

PGR pede suspensão de MP que altera Marco Civil da Internet
Era preciso tranquilizar o país, fiz o meu papel, diz Temer
Bolsonaro diz que não quis agredir Poderes e elogia Moraes
Partidos tentam frente suprapartidária com Lula e FHC
Fux sobe tom e cita crime de responsabilidade de Bolsonaro
Presidente da Câmara pede pacificação entre os poderes
Vice-presidente visita Amazônia na companhia de embaixadores
Barroso pede eleição livre e que não haja volta ao passado
Jair Bolsonaro diz que STF pode sofrer o que não queremos
Papel de presidente não é chamar para confronto, diz Lula
Bolsonaro fala em editar MP contra passaporte de vacina

TAGS: 
MANIFESTAÇÕES | TSE | PRESIDENTE | DEMOCRACIA | MINISTROS