Vitória participa da elaboração de ações de educação ambiental

É a única capital a integrar a formação de facilitadores para implementação do PPPZCM.

Em 21/06/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: Jansen Lube/PMV

A participação de Vitória no Grupo de Facilitação e de Condução de Processos Formativos da Rede de Comunidades de Aprendizagens, como é chamado, tem motivo:

Pela riqueza ambiental de suas praias, ilhas e manguezais e pelos programas e ações ambientais que desenvolve, a cidade de Vitória é a única capital brasileira a integrar a formação de facilitadores para implementação do Projeto Político Pedagógico da Zona Costeira e Marinha do Brasil (PPPZCM), compartilhado por 17 estados costeiros.

A participação de Vitória no Grupo de Facilitação e de Condução de Processos Formativos da Rede de Comunidades de Aprendizagens, como é chamado, tem motivo:

"A atuação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semmam) como colaboradora na construção do PPPZCM se deve à nossa atuação reconhecida em todo o território nacional nessa temática, com projetos como 'Mangueando na Educação', 'Praia Limpa', 'Vitória – Cidade Limpa' e 'Restinga de Vitória'", diz a coordenadora de Educação Ambiental, Jacirlane Mara da Luz Teixeira Carvalho.

O PPPZCM foi construído de forma coletiva por representantes dos 17 estados da costa litorânea brasileira, além do Ministério do Meio Ambiente, Ibama, ICMBIo e outras instituições ambientais. O documento traz um diagnóstico socioambiental para as áreas costeiras e marinhas, abrangendo importantes canais de circulação para transporte, comércio e pesca, além da exploração de petróleo.

Além disso, estabelece diretrizes para o desenvolvimento de processos educativos com foco no uso sustentável e na conservação da biodiversidade, com cerca de 300 ações socioeducativas, que serão realizadas até 2023.

"A participação de técnicos da Semmam no grupo, a convite da Articulação Nacional de Políticas Públicas de Educação Ambiental (Anppea), é muito importante para levar o PPPZCM aos mais diversos atores sociais do município, visando trocar experiências e enriquecer ainda mais os projetos e iniciativas que buscam a proteção dos ambientes costeiros e marinhos em Vitória", diz Juliana Conde, técnica da Gerência de Educação Ambiental da Semmam.

Encontros on-line

As plataformas digitais estão favorecendo a capacitação dos técnicos do grupo, que têm encontros quinzenais. Iniciados em maio, já foram realizados quatro encontros, de duas horas e meia de duração cada. 

"Neste momento de pandemia, a capacitação on-line é mais uma prova de que podemos aliar sustentabilidade e inovação, educação ambiental e tecnologia. Essas são as marcas da nova gestão: qualificar os técnicos, envolver os moradores e construir a Vitória do futuro", afirma o subsecretário de Qualidade Ambiental e Bem-estar Animal, Breno Panetto.

O grupo também faz debates regionais e Vitória está integrada aos participantes dos estados Rio de Janeiro e de São Paulo. Ao todo, serão 188 horas de capacitação.

"Somos cerca de 45 participantes, de 17 estados, conhecendo novas legislações, técnicas, realidades e experiências, fazendo trocas e ampliando as possibilidades de atuação", disse Juliana Conde.

Leia também:

Superendividamento: Procon de Vitória esclarece sobre a lei
Prefeitura de Serra relança projeto empreendedor Costurarte
Prefeitura de Serra realiza obras que beneficiam setor pesqueiro
Prefeitura e ONGs retiram pedras e liberam Trilha de Furnas
Serra inicia reformas no mercado de peixes de Nova Almeida
Serra: Pedidos de poda de árvores feitos pelo site da prefeitura
Procon de Serra dá dicas de compras do Dia dos Namorados
Prefeitura de Serra amplia sua frota com 16 novos carros
Prefeitura de Serra reabre Arena Jacaraípe nesta segunda (07)
Serra: Reuniões de planejamento da cidade iniciam hoje (07)
Serra: Cidade da Grande Vitória que mais reduziu homicídios
Cursos são parte da rotina dos técnicos da Defesa Civil de Serra
Prefeitura de Serra reabre agenda para cadastro no CadÚnico
Vidigal assina ordens de serviços para obras em Jacaraipe
Serra apresenta seu sistema de aprovação de projetos à CBIC
Mata Atlântica: Parque da Fonte Grande tem novos mirantes
Nova lei proíbe nomeação de condenados por crimes sexuais

TAGS:
PROCON | PARQUE | SEVIÇOS | OBRAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADE | EMPREGOS