Vitória vacina contra sarampo em hotéis, aeroporto e rodoviária

A 1ª parte da ação acontecerá nesta quarta-feira (15) nos hotéis Nobile Suítes, Ibis e Bristol.

Em 15/09/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: Elizabeth Nader/PMV

A secretária de Saúde de Vitória, Thaís Cohen, ressalta que essa é uma medida de prevenção para evitar surtos da doença na capital.

A partir desta semana, a Prefeituraa de Vitória, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), vai intensificar a busca ativa por pessoas que ainda não se vacinaram contra o sarampo, especialmente entre trabalhadores que atuam no aeroporto, na rodoviária e em hotéis que recebem muitos turistas na capital. O objetivo da ação é aumentar a cobertura vacinal contra o sarampo, em Vitória, impedindo que o vírus entre e circule na cidade.

A primeira parte da ação vai acontecer nesta quarta-feira (15) nos hotéis Nobile Suítes, Ibis e Bristol localizados nos bairros Camburi e Praia do Canto.

A secretária de Saúde de Vitória, Thaís Cohen, ressalta que essa é uma medida de prevenção para evitar surtos da doença na capital.

“Apesar de o último caso registrado de sarampo em Vitória ter acontecido em 2013 e ter sido um caso importado, estamos atentos aos casos confirmados da doença em estados próximos ao Espírito Santo, como Rio de Janeiro e São Paulo. Por isso nosso trabalho neste momento será proteger aqueles que possam ter contato com o vírus presente em outros locais”, declara.

Doença

O sarampo é uma doença infecciosa e contagiosa, podendo evoluir com complicações e óbitos, principalmente em crianças desnutridas e menores de um ano de idade. A transmissão ocorre de pessoa a pessoa, por meio de secreções respiratórias.

Vacinação

A imunização em Vitória pode ser feita em 28 unidades de saúde: Andorinhas, Ilha das Caieiras, Maruípe, Praia do Suá, República, Resistência, Santa Luiza, Santo André, Santo Antônio, Vitória/Parque Moscoso, Alagoano, São Pedro V, Bairro da Penha, Quadro, Grande Vitória, Consolação, Ilha de Santa Maria, Ilha do Príncipe, Jabour, Jesus de Nazareth, Maria Ortiz, Santa Martha, São Cristóvão, Forte São João, Jardim Camburi, Jardim da Penha, Conquista e Itararé.

A imunização é feita de acordo com a idade:

Bebês:
– 12 meses: na vacina tríplice viral (contra sarampo, caxumba e rubéola)
– 15 meses: na vacina tetra viral (2ª dose contra sarampo, caxumba, rubéola e 1ª dose contra varicela)

Crianças e adultos:
- Idade de 1 a 29 anos: duas doses
- Idade entre 30 e 59 anos: uma dose

Em Vitória, a cobertura vacinal para sarampo é de 67% na faixa etária de 1 ano.

Leia também:

Estado começa vacinar adolescentes e 3ª dose para 60 anos
Fiocruz volta a entregar doses da vacina contra a covid-19
Vacina é essencial para retomada da economia, diz Queiroga
Falta de AstraZeneca leva São Paulo a usar Pfizer para 2ª dose
Serra abre agenda nesta segunda (13) para vacinar adolescentes
Pandemia causa queda de 26,9 milhões de exames e consultas
Vacina: Brasil recebe hoje (12) mais 5.181.930 doses da Pfizer
Hospital Dr. Jayme realiza a captação de múltiplos órgãos
Fibrose Cística: Prefeitura de Linhares adere ao Setembro Roxo
Estratégias para vacinar adolescentes devem envolver escolas
Cariacica abre vagas para vacina da Covid-19 neste sábado (11)
Aracruz está há mais de 30 dias sem registrar óbitos pela Covid-19
Teste do pezinho ajuda a detectar doenças e prevení-las

TAGS:
SARAMPO | THAÍS COHEN | VACINA | VITÓRIA | SAÚDE | COVID-19 | PANDEMIA