Fapes destina R$ 300 mil para apoiar projetos na Semana C&T 2020

O edital oferece apoio financeiro de R$ 300 mil para os expositores.

Em 04/09/2020 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: Reprodução/Ombrelo

As inscrições devem ser realizadas até o dia 25 de setembro e os vídeos das propostas selecionadas farão parte da programação do evento.

A Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes) lança nesta terça-feira (01) o edital de apoio a projetos para a 17ª Semana Estadual de Ciência e Tecnologia. Devido à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), a edição de 2020 será totalmente virtual. Por meio da chamada pública, escolas e professores da Educação Básica e do Ensino Superior poderão produzir vídeos de curta duração para exibição durante o evento. Os recursos destinados ao edital são de R$ 300 mil.

A Semana Estadual de C&T é realizada pela Secretaria da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti), em parceria com a Fapes e a Secretaria da Educação (Sedu), e já faz parte do calendário anual do Governo do Estado.

A secretária de Estado da Ciência e Tecnologia, Cristina Engel, explicou a missão da Secti de popularizar a ciência no Estado, por meio do evento, mesmo com a pandemia da Covid-19. “É importante que a pandemia não seja um obstáculo para continuarmos a nossa missão que é tornar a ciência cada vez mais popular. Nós quebramos a cabeça para fazer um edital bacana que permitisse o maior número possível de participantes na exposição dos projetos”.

Os temas centrais do evento este ano são: "Inteligência Artificial: A Nova Fronteira da Ciência Brasileira”, definido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI); e “Covid-19”, incluído pela Secti. Além desses, a 17ª Semana Estadual também abordará outros assuntos que são de relevância para o desenvolvimento da ciência e tecnologia, também inseridos pela Secti, sendo eles:

●        Mudanças climáticas, desastres naturais e prevenção de risco

●        Economia verde, sustentabilidade e erradicação da pobreza

●        Ciência para o desenvolvimento sustentável

●        Ciência e tecnologia para o desenvolvimento social e redução das desigualdades

●        Ciência, saúde e esporte

●        Bioeconomia

●        Tecnologia para a solução de problemas urbanos

●        Tecnologia para soluções de problemas na educação

●        Tecnologia para a solução de problemas de saúde

●        Agroindústria

●       Áreas clássicas de fenomenologia e suas aplicações

A submissão dos projetos pode ser feita até o dia 25 de setembro no site da Fapes (www.fapes.es.gov.br) e o edital pode ser acessado clicando aqui. Os recursos financeiros são oriundos do Fundo Estadual de Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (Funcitec) e serão distribuídos por faixa/modalidade da proposta na seguinte proporção:

●        Faixa A - Proposta Institucional - Proposta apresentada por uma Instituição de Ensino Fundamental ou Médio, pública ou privada, localizada no Espírito Santo, representada por um proponente vinculado e indicado pela Instituição.

 

●        Faixa B - Proposta Coletiva Ensino Superior - Proposta apresentada por um (a) professor (a) orientador de instituição de Ensino Superior, pública ou privada localizada no Espírito Santo, junto a equipe de alunos (as) de graduação ou pós-graduação composta de no máximo 4 (quatro) alunos da mesma instituição do professor orientador.

 

●        Faixa C - Proposta Coletiva Ensino Básico - Proposta apresentada por um professor (a) orientador (a) de instituição de Ensino Fundamental ou Médio, pública ou privada, localizada no Espírito Santo, junto à equipe composta de no máximo 04 (quatro) alunos da mesma instituição do professor orientador.

O diretor-presidente da Fapes, Denio Rebello Arantes, destacou que

“o evento acontece no momento em que a sociedade ainda sente os efeitos da Covid-19, ao mesmo tempo em que a inteligência artificial pode ser um excelente instrumento para estimular a promoção da competitividade e o aumento da produtividade no Estado e no Brasil. Tudo isso pode impactar diretamente em muitos setores da economia e refletir na redução das desigualdades sociais e na melhoria da qualidade de vida das pessoas”.

A secretária da Ciência e Tecnologia também falou das expectativas sobre o material que deve fazer parte do edital. “Esse edital tem um valor maior até do que o que foi adotado em 2019, é dividido em três categorias e os valores, que somam R$ 300 mil, são para apoiar ações que resultem em vídeos que possam ser expostos no evento, que este ano será virtual, para que a gente possa apresentar para todos o que está sendo produzido em termos de ciência, tecnologia e inovação aqui no Estado. O que nós esperamos mostrar é que através da criatividade e das novas maneiras de se comunicar e interagir nós possamos fazer essa 17ª Semana acontecer”, declarou Cristina Engel.

A 17ª Semana Estadual de Ciência e Tecnologia

A Secretaria da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti), em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes) e a Secretaria da Educação (Sedu), vai realizar nos dias 24, 25 e 26 de novembro a 17ª Semana Estadual de Ciência e Tecnologia, com os temas “Inteligência Artificial”, “Covid-19” e “outros que são de relevância para o desenvolvimento da ciência e tecnologia.

 

Devido a pandemia do novo Coronavirus (Covid-19), o evento será realizado virtualmente, por meio de um site interativo, moderno e dinâmico. No site o participante da Semana Estadual de C&T poderá:

●        Assistir vídeos com exposição de trabalhos técnico-científicos elaborados por estudantes de nível fundamental, médio e superior;

●        Assistir vídeos com palestras;

●        Assistir vídeos de minicursos;

●        Fazer quiz e testes sobre ciência, tecnologia e inovação;

●        Acessar os editais e manuais de participação;

●        Ler notícias sobre o evento; 

●        E muito mais. (Com informações de ASCOM - ACAPS)