Governador debate com prefeitos, MP e TC sobre quarentena

Na ocasião, foram discutidos temas como a fiscalização das medidas restritivas no ES.

Em 17/03/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: Helio Filho-Secom/ES

O governador do Estado, Renato Casagrande, realizou, nesta quarta-feira (17), uma reunião com prefeitos e representantes do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e do Ministério Publico Estadual (MPES) para tratar das medidas qualificadas do decreto que instituiu a quarentena de 14 dias no Espírito Santo, visando o enfrentamento ao novo Coronavírus (Covid-19).

A reunião, de forma virtual, contou com a presença da vice-governadora, Jacqueline Moraes; dos secretários de Estado que integram a Sala de Situação; da procuradora-geral de Justiça, Dra. Luciana Andrade; do presidente do Tribunal de Contas, Rodrigo Chamoun; e de 63 prefeitos dos municípios capixabas.

Na ocasião, foram discutidos temas como a fiscalização das medidas, além de ações para reduzir a interação nas praias. Tudo visando a unidade nas ações em todo território capixaba.

"De fato, é importante que trabalhemos de forma conjunta. A disciplina nas orlas será fundamental. Importante que cada prefeito acompanhe pessoalmente como está a vacinação para que tenhamos agilidade na chegada das vacinas até a população. Quero agradecer a presença dos de 63 prefeitos, todos em uma unidade muito grande. Um verdadeiro pacto pela vida.  Independente das questões políticas, eleitorais e ideológicas, é importante entendermos o perigo do vírus. Estamos vivendo em um País com tensionamento político forte. Uma parcela está preocupada com seu emprego, que é legítimo e outra está travando uma luta eleitoral/política. Vamos manter diálogo com as pessoas de boa fé, pois termos diálogo é importante. Temos orgulho que nenhum capixaba ficou sem atendimento hospitalar. O Espírito Santo é o Estado que mais abriu leitos per capita no Brasil. A pandemia não é combatida apenas pelo Estado, mas também pelos municípios. Essa unidade dá segurança à população capixaba”, afirmou o governador.

A fonte do Governo será o secretário de governo, Gilson Daniel. (Com informações da Secom/ES)