Lições que ensinam Como aumentar o seu próprio salário

São técnicas infalíveis para se obter a independência financeira.

Em 01/12/2017 Referência JCC, Prof. José Luiz Mazolini

A maioria das pessoas reclama que ganha pouco, salário não dá para fazer quase nada, etc. Mas poucos são aqueles que se preocupam em otimizar o próprio salário, se aprofundando no assunto e usando da criatividade para fazer render aquilo que ganha. Esses, não fazem por onde melhor, afinal, reclamar é mais fácil de que estabelecer um controle, ou fazer algo mais promissor e produtivo.

Para começar a virar esse jogo, é preciso ter atitude, disciplina e equilíbrio para fazer o dinheiro render – é basicamente o que chamamos de “Educação Financeira”. Acreditamos que todos deveriam estimular o hábito de aprender a controlar a saúde financeira, seja pessoal ou familiar, pontuando receitas de um lado e despesas do outro. No final do mês, fazer uma análise detalhada sobre o que aconteceu, já pensando no que pode e precisa ser melhorado. Certamente, haverá um aperfeiçoamento sobre a melhor forma de controle sobre o quanto se tem e o quanto se pode gastar. Isso nos faz aprender e, ao mesmo tempo, conter o consumo por impulso e também, pode acender o alerta sobre a necessidade de aumentar a renda, ou mesmo de construir outras formas de ganhos.

Sobre este excitante assunto, remeto-me ao clássico “Como aumentar o seu próprio salário”, livro de Napoleon Hill, inédito no Brasil, que apresenta técnicas infalíveis para se obter a independência financeira e, muito mais que isso, atingir a realização pessoal e profissional. O livro, que é o registro de uma série de conversas entre Napoleon Hill e seu mentor, o americano e magnata do aço Andrew Carnegie, um dos homens mais ricos da história da humanidade, traz um riquíssimo conteúdo que nos permite compará-lo a um curso completo de “doutorado” em administração das finanças e construção do sucesso pessoal, profissional e empresarial.

Redigido no formato de perguntas e respostas, “Como aumentar o seu próprio salário” apresenta em detalhes os princípios fundamentais que Carnegie utilizou para construir seu império. Andrew foi o líder da fenomenal expansão da indústria do aço norte-americana no final do século 19. Para que tenhamos uma ideia sobre a capacidade intelectual associada ao extraordinário potencial criativo de Carnegie, em valores atuais, sua fortuna equivaleria a cifras volumosas em torno de US$ 80 bilhões, o que faria dele o homem mais rico do mundo.

Foi o “Rei do Aço”, Carnegie, quem estimulou o então jovem Napoleon Hill a estudar, dedicadamente e continuamente, até chagar ao nível de conhecimento ideal para entrevistar homens bem-sucedidos e ricos para descobrir os segredos de suas realizações. Obediente, Hill fez disso o trabalho de sua vida. Colocou em prática os ensinamentos que coletou e construiu uma carreira de sucesso como empreendedor.

Estou certo de que essas lições servirão de estímulos aos nossos estimados e valiosos leitores a encontrarem o aperfeiçoamento gerencial necessário, capaz de aumentar o seu próprio salário; descobrir como estabelecer objetivos de vida e atingi-los; receber a justa compensação pelo esforço e dedicação; desenvolver habilidades e atitude mental corretas para alcançar o sucesso; conquistar riquezas, poder e prestígio.

Autor:

Prof. José Luiz Mazolini

Sobre o autor:

É diretor da Mazolini Consultoria & Marketing, professor universitário, estrategista em marketing & negócios, consultor empresarial e carreira profissional e Palestrante.  www.mazoliniconsultoria.com.br - professormazolini@gmail.com - diretoria@mazoliniconsultoria.com.br.

Imagem: Divulgação/Internet