Palmeiras vence o Libertad e avança à semi da Libertadores

Agora, o Alviverde aguarda o vencedor do confronto entre Nacional-URU e River Plate.

Em 16/12/2020 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

(Foto: AFP) Foto: LANCE!

Gustavo Scarpa, Rony e Gabriel Menino marcaram os gols do Palmeiras na vitória por 3 a 0 sobre o Libertad.

O Palmeiras é o primeiro semifinalista da Copa Libertadores 2020. O Verdão venceu o Libertad no jogo de volta das quartas de final por 3 a 0, disputado no Allianz Parque. Gustavo Scarpa, Rony e Gabriel Menino foram os autores dos gols. No placar agregado, os brasileiros venceram por 4 a 1.

Agora, o Alviverde aguarda o vencedor do confronto entre Nacional-URU e River Plate para saber contra quem irá jogar na semifinal.

Essa foi a nona vitória consecutiva do Palmeiras jogando no Allianz Parque. O elenco comandado por Abel Ferreira alcançou a maior sequência vitoriosa do clube na arena.

Scarpa aparece e anota um golaço

O Verdão controlava e tocava a bola com paciência nos minutos iniciais. Os visitantes jogavam no erro do Palmeiras e na tentativa de um contra-ataque para abrir o placar.

Os paraguaios incomodavam mais e tiveram uma chance de ouro para sair na frente. Com um domínio espetacular, Ferreira tirou Gustavo Gómez da jogada e ficou na cara de Weverton. O atacante chutou rasteiro e o goleiro fez uma defesa sensacional, salvando os brasileiros aos 13 minutos.

Após quase sofrer o gol, o Palmeiras retomou o controle e abriu o placar. O Verdão tentou uma tabela pelo meio e a bola sobrou para Rony. O camisa 11 rolou para Gustavo Scarpa, que acertou um ótimo chutes rasteiro, no canto esquerdo de Martín Silva.

Com o gol sofrido, o Libertad passou a atacar mais, dando espaços para o Alviverde, que chegou perto de ampliar. Rony fez tabela com Veron. O camisa 11 dominou e chutou ao lado do gol, mas o bandeirinha marcou impedimento de Veron no começo da jogada.

Minutos depois, aos 34, Gustavo Scarpa cobrou escanteio na medida para Viña. O uruguaio testou firme, obrigando Martín Silva a fazer boa defesa.

Na sequência do lance, Gustavo Gómez teve um choque de cabeça com Bareiro. O palmeirense foi enfaixado. Bareiro ficou desacordado por alguns segundos, mas se levantou e retornou ao jogo.

Nos acréscimos, Raphael Veiga arriscou de fora da área, mas a bola correu ao lado do gol de Martín Silva.

Expulsão e emoção na segunda etapa

Na volta do intervalo, Gustavo Morínigo colocou em campo o veterano Óscar Cardozo, artilheiro do time na Libertadores com 4 gols, para aumentar as chances de pelo menos empatar a partida.

No entanto, o Palmeiras ainda controlava as ações e chegava com perigo. Aos 9 da segunda etapa, Gustavo Scarpa, um dos mais criativos pelo lado do Verdão, cobrou falta venenosa, e Martín Silva apareceu para fazer a defesa. Na sequência, Gustavo Gómez sentiu um desconforto e foi substituído por Emerson Santos.

O tempo passava e a partida ficava cada vez mais tensa, com os jogadores do Libertad fazendo mais faltas. Aos 18, Iván Piris, ex-São Paulo, deu um pisão em Veiga. O responsável pelo VAR, John Ospina, recomendou que o árbitro Jesús Valenzuela fosse ao monitor. Após a consulta, ele decidiu expulsar o lateral.

Rony e Gabriel Menino matam as chances do Libertad

Logo após a expulsão, Gabriel Veron teve duas chances de ampliar e dar tranquilidade aos mandantes, mas Martín Silva barrou os chutes do garoto.

Mesmo com as chances perdidas, o Palmeiras chegou ao segundo gol com Rony. Gabriel Menino deu boa bola para Marcos Rocha. O lateral cruzou rasteiro e, de carrinho, Rony fez e mostrou mais uma vez seu brilho na Libertadores.

Com a vaga encaminhada, Abel Ferreira colocou Zé Rafael e Willian. No primeiro toque na bola, o atacante quase marcou de cabeça, mas praticamente em cima da linha, Martín Silva fez a defesa.

O Libertad ficou perto de descontar. Marcos Rocha errou o passe para Weverton. Villalba driblou o goleiro, mas chutou em cima do lateral palmeirense.

O gol perdido custou caro aos paraguaios. Em jogada iniciada por Weverton, Gustavo Scarpa cruzou na área. Gabriel Menino apareceu livre e fez o terceiro do Palmeiras na partida.

Com o resultado praticamente sacramentado, o Verdão seguia no ataque e não dava chances ao Libertad.

Ficha técnica

PALMEIRAS 3 X 0 LIBERTAD-PAR

Data: 15 de Dezembro de 2020

Horário: 21h30 (de Brasília)

Local: Allianz Parque, em São Paulo-SP

Árbitro: Jesús Valenzuela-VEN

Assistentes: Jorge Urrego-VEN e Tulio Moreno-VEN

VAR: John Ospina-COL

GOLS: Palmeiras - Gustavo Scarpa (21'/1ºT ), Rony (23'/2ºT ) e Gabriel Menino (36'/2ºT )

CARTÕES AMARELOS: Palmeiras - Abel Ferreira (45'/1ºT ) - Libertad - Pablo Adorno (5'/1ºT), Blas Cáceres (15'/2ºT)

CARTÃO VERMELHO: Libertad - Iván Piris (18'/2ºT)

PALMEIRAS

Weverton, Marcos Rocha (Mayke 39'/2ºT ), Luan, Gustavo Gómez (Emerson Santos 11'/2ºT ) e Matías Viña; Danilo, Gabriel Menino e Raphael Veiga (Zé Rafael 30'/2ºT ); Gustavo Scarpa (Breno Lopes 11'/2ºT ), Rony (Willian 31'/2ºT ) e Gabriel Veron. Técnico: Abel Ferreira

LIBERTAD

Martín Silva; Iván Ramírez, Luís Cardozo, Pablo Adorno e Iván Piris; Antonio Bareiro (Villalba, 1'/2ºT ), Campuzano (Franco, 34'/2ºT ), Blas Cáceres (Hugo Martínez, 24'/2ºT ) e Matías Espinoza; Adrián Martínez (Óscar Cardozo, 1'/2ºT ), Sebastián Ferreira (Enciso, 23'/2ºT ). Técnico: Gustavo Morínigo  (Por Rafael Marson - Lance!)