Santos goleia o Grêmio e está na semifinal da Libertadores

Com dois de Kaio Jorge e um de Marinho, Peixe venceu o Tricolor por 4 a 1 na Vila Belmiro.

Em 17/12/2020 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

(Foto: AFP) Foto: LANCE!

Com dois de Kaio Jorge e um de Marinho, Peixe venceu o Tricolor Gaúcho por 4 a 1 na Vila Belmiro.

O Santos está classificado para as semifinais da Libertadores. Com propriedade, o Peixe goleou o Grêmio por 4 a 1 nesta quarta-feira (16), no confronto de volta das quartas de final da Conmebol Libertadores, na Vila Belmiro.

Logo aos 11 segundo de partida, o Alvinegro saiu na frente, indo para o vestiário com a vitória por 2 a 0. No segundo tempo, o Santos marcou oterceiro, viu os gremistas descontarem, mas logo depois anotou o quarto. Kaio Jorge, duas vezes, Marinho e Laércio balançaram as redes pelo Peixe, sendo Thaciano, ex-Santos, autor do único gol do Imortal.

APITO INICIAL E GOL DO SANTOS

O apito inicial do árbitro colombiano Wilmar Roldan mal havia soado e o Peixe já comemorava o seu primeiro gol contra o Grêmio. Com 11 segundos, o atacante Kaio Jorge recebeu na grande área um passe que veio da saída de bola, driblou o goleiro Vanderlei e marcou o gol mais rápido de um time brasileiro na história da Libertadores. Foi o sexto tempo do atacante na temporada, sendo o quarto na competição continental.

E SÓ DA SANTOS

E não foi porque fez o primeiro gol nos primeiros segundos de partida, que o Alvinegro Praiano parou de agredir o Grêmio. Na saída da bola após anotar o primeiro tento, o Peixe recuperou a posse e quase marcou o segundo, com Marinho, mas parou em boa defesa do goleiro Vanderlei.

SANTOS AMPLIA

Se Marinho não aproveitou a primeira boa oportunidade, a segunda ele não perdoaria. Aos 15 minutos do segundo tempo, quando o Grêmio esboçava uma reação, Lucas Braga puxou um contra-ataque pelo lado esquerdo, cruzou por baixo e o camisa 11, de primeira, colocou no fundo da rede.

PEIXE SEGURA O GRÊMIO

Após sofrer dois gols em 15 minutos de jogo, aos poucos o Grêmio tentou se encontrar na partida. O Tricolor Gaúcho teve mais posse de bola que o Peixe na etapa inicial, mas pouco criou, já que os meias santistas fechavam os espaços centrais dos gremistas e não permitiam nem que eles avançassem a linha defensiva do Alvinegro. Resultado: se o Imortal finalizou seis vezes, mas apenas duas aos gol nos primeiros 45 minutos.

GOLPE DE MISERICÓRDIA

O Grêmio voltou para o segundo tempo com indícios de que iria para o tudo ou nada, já que o técnico Renato Portaluppi promoveu a entrada do meia-ofensiva Pinares no lugar do volante Darlan. Mas o que aconteceu quando a bola rolou na etapa final não exprimiu isso. O Peixe voltou tomando as rédeas do jogo e anotou o terceiro tento logo aos nove minutos da etapa final, novamente com Kaio Jorge que aproveitou um desvio de Lucas Braga para, na pequena área, emendar para o fundo das redes.

O MILAGRE DE JOHN

E ainda deu tempo do goleiro John fazer o seu milagre costumeiro. Aos 30 minutos do segundo tempo, David Braz encheu o pé em cobrança de falta e o arqueiro santista foi buscar, de mão trocada, no ângulo direito.

COM LEI DO EX, GRÊMIO DIMINUI

Aos 36 minutos do segundo tempo, o Grêmio descontou. Após cobrança de escanteio, o meia Thaciano, revelado pela base santista, completou o cruzamento e colocou no fundo da rede.

RESPOSTA RÁPIDA DO PEIXE

Menos de três minutos após sofrer o gol solitário do Grêmio, o Peixe sacramentou a sua classificação. Após blitz na área gremista, a bola sobrou para o lado esquerdo e foi cruzada para Laércio, de cabeça, anotar o seu primeiro tento com a camisa santista. O atleta que ficou semanas treinando isoladamente, à espera do Peixe ser desbloqueado na Fifa, por conta de pendências, e foi registrado após um hiato entre o pagamento da dívida com o Hamburgo (ALE) e o início da punição referente as inadimplências com Huachiapto (CHI) e Atlético Nacional (COL) foi premiado com um gol nas quartas de final da Libertadores, poucos minutos após sair do banco de reservas, entrando no lugar do volante Alison.

Ficha técnica

Estádio: Vila Belmiro, Santos (SP)

Data e horário: 16 de dezembro de 2020, às 19h15 (horário de Brasília)

Árbitro: Wilmar Roldan (COL)

Assistentes: Wilmar Navarro (COL) e Dionísio Ruiz (COL)

Árbitro de vídeo: Nicolás Gallo (COL)

Público e renda: Portões fechados

Gol: 1-0 Kaio Jorge (0'/1T); 2-0 Marinho (15'/1T); 3-0 Kaio Jorge (09'/2T)

Cartões amarelos: John (Santos); Kanneman, Pepê e Pinares (Grêmio)

SANTOS: John; Madson, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan (Wagner Leonardo, 21'/2T); Alison (Laércio, 30'/2T), Jobson (Guilherme Nunes, intervalo) e Sandry; Marinho (Jean Mota, 21'/2T), Kaio Jorge (Marcos Leonardo, 37'/2T) e Lucas Braga. Técnico: Cuca.

GRÊMIO: Vanderlei; Orejuela (Victor Ferraz, 17'/1T), Geromel, David Braz (Churin, 32,/2T) e Diogo Barbosa; Darlan (Pinares, intervalo), Matheus Henrique e Jean Pyerre (Thaciano, 14'/2T); Pepê, Diego Souza e Luiz Fernando (Ferreira, 14'/2T). Técnico: Renato Portaluppi. (Por Fábio Lázaro - Lance!)