Thaís Loureiro é prata no Sul-Americano de Jiu Jitsu, no RJ

A atleta Thaís Loureiro, de Aracruz, ficou em segundo lugar e consegui mais uma medalha.

Em 18/12/2020 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: Divulgação SECOM/PMA

"Em função da pandemia da Covid-19, foram poucas as competições no ano, e que mais uma vez o Programa Bolsa Atleta Municipal, foi determinante para sua participação", salientou a atleta Thaís Loureiro, de Aracruz.

Aconteceu entre os dias 10 a 13 de dezembro, na Arena da Juventude, cidade do Rio de Janeiro, o Campeonato Sul-Americano de Jiu Jitsu (CBJJ). Representando o município de Aracruz, a atleta Thaís Loureiro ficou em segundo lugar e consegui mais uma medalha. Ela lutou na categoria peso-galo até 48,5 quilos, faixa marrom adulto, com quimono.

“Foi uma batalha muito acirrada, lutamos até o fim dos oito minutos, e terminamos empatadas, porém perdi por vantagem. Cheguei a dominar a luta mas não fiz nenhum ponto. No critério de desempate fiquei com a medalha de prata”, explicou.

Ainda de acordo com Thaís, em função da pandemia da Covid-19, foram poucas as competições no ano, e que mais uma vez o Programa Bolsa Atleta Municipal, foi determinante para sua participação.

“Com a pandemia o Campeonato Sul-Americano de Jiu Jitsu (CBJJ) apareceu de última hora, sendo que em 2020 foram poucas as competições, e com a volta do programa eu recebi uma parcela dos recursos que permitiu fazer a inscrição, viajar e me alimentar”, ressaltou.

Antes desse campeonato Thaís já ocupava a 5º colocação no ranking da Confederação Brasileira de Jiu Jitsu.

“Antes mesmo de participar do Sul-Americano eu ocupava a 5º posição no ranking da Confederação Brasileira, porém com essa prata que consegui,  acredito que deva subir de posição”, completa.

Campeãs do Campeonato Brasileiro de Jiu Jitsu (CBJJ) 2019

No ano passado as Jiujiteiras do Bolsa Atleta Municipal de Aracruz Thaís Loureiro e Rafaela Ferreira dos Reis conquistaram dois ouros e sagraram-se campeãs do Campeonato Brasileiro de Jiu Jitsu (CBJJ) 2019, disputado na cidade de Barueri (SP). Na ocasião Rafaela lutou pela categoria pesadíssimo com quimono, quando venceu todas suas quatro lutas.

Já Thaís competiu pela categoria adulto, peso-galo com quimono, finalizando sua oponente em 50 segundos na final. Thaís Já havia conquistado 12 medalhas, sendo oito de ouro, três de prata e uma de bronze, e Rafaela outras duas medalhas de prata e três de ouro. (Com informações da SECOM/PMA)