China confirma Jogos de Inverno apesar da variante ômicron

As Olimpíadas de Inverno acontece entre 4 e 20 de fevereiro, sem espectadores estrangeiros

Em 30/11/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: © REUTERS/Thomas Peter/Direitos Reservados

Conforme sua política de covid zero, a China tem aplicado algumas das medidas preventivas mais rígidas do mundo contra a doença.

A China espera realizar as Olimpíadas de Inverno de 2022 “tranquilamente” e no prazo apesar dos desafios criados pelo surgimento da variante ômicron do novo coronavírus (covid-19), disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Zhao Lijian, em um briefing diário de rotina nesta terça-feira (30).

“Acredito que isto certamente representará algum desafio aos nossos esforços para evitar e controlar o vírus, mas, como a China tem experiência em evitar e controlar o coronavírus, acredito plenamente que a China será capaz de sediar as Olimpíadas de Inverno no prazo, tranquilamente e com sucesso”, disse Zhao.

A China deve realizar os Jogos entre 4 e 20 de fevereiro, sem espectadores estrangeiros e com todos os atletas e pessoal relacionado contidos em uma bolha sanitária e sujeitos a exames diários de covid-19.

Conforme sua política de covid zero, a China tem aplicado algumas das medidas preventivas mais rígidas do mundo contra a doença. (Por Yew Lun Tian/Pequim)

Leia também:

Cristiano Ronaldo rebate mentiras sobre rivalidade com Messi
Lionel Messi conquista a sétima Bola de Ouro da carreira
Ralf Rangnick é o novo treinador do Manchester United
Lenda da Fórmula 1, Frank Williams morre aos 79 anos
Palmeiras vence o Flamengo e é campeão da Libertadores 2021
Itália e Portugal caem na mesma chave da repescagem europeia
Flamengo e Palmeiras decidem a Copa Libertadores 2021
Manchester vence Villarreal e garante vaga para próxima fase
6 brasileiros estreiam nesta terça no Mundial de Tênis de Mesa
Bayern corta salários de atletas não-vacinados contra covid-19

TAGS: 
OLÍMPIADAS DE INVERNO | CHINA | COVID-19 | ÔMICRON | PEQUIM 2022