Mercado financeiro projeta uma inflação de 6% para 2022

Pela 10ª segunda semana consecutiva o mercado financeiro reduziu previsão para inflação

Em 19/09/2022 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: © Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Para os anos subsequentes, a previsão do mercado financeiro é de que o IPCA feche 2023 em 5,01%; e, em 2024 e 2025, em 3,5 % e 3%, respectivamente.

Pela décima segunda semana consecutiva o mercado financeiro reduziu a previsão para a inflação em 2022. Há uma semana, as projeções eram de que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fecharia o ano em 6,4%. Segundo o boletim Focus divulgado hoje, esse percentual caiu para 6% segundo. Há quatro semanas, a previsão estava em 6,82%.

Para os anos subsequentes, a previsão do mercado financeiro é de que o IPCA feche 2023 em 5,01%; e, em 2024 e 2025, em 3,5 % e 3%, respectivamente.

PIB e câmbio

As projeções para o Produto Interno Bruto (PIB - soma de todas riquezas produzidas no país) subiram dos 2,39% previstos na semana passada para 2,65%, segundo o boletim divulgado hoje.

Há quatro semanas, o mercado financeiro projetava um PIB de 2,02%. As projeções para o PIB de 2023, 2024 e 2025 estão, respectivamente, em 0,5%; 1,7%; e 2%.

Já as projeções para o câmbio estão estáveis há oito semanas consecutivas, com o mercado prevendo que, ao final do ano, o dólar estará custando R$ 5,20 - o mesmo valor projetado para o final de 2023. Para 2024 e 2025, o boletim Focus projeta que a moeda norte-americana custará R$ 5,11 e R$ 5,15, respectivamente.

Selic

Previsões de estabilidade para a taxa básica de juros (Selic) neste e nos próximos anos. Há 13 semanas seguidas, o mercado projeta que, ao final de 2022, a Selic esteja em 13,75%.

Para 2023, as projeções da taxa estão em 11,25% há duas semanas. Há dez semanas as previsões da Selic para 2024 estão em 8%; e há 15 semanas as projeções estão estacionadas em 7,5% para 2025. (Por Pedro Peduzzi/Agência Brasil)

Leia também:

Atividade industrial avança e expectativas seguem otimistas
> IGP-10 tem uma deflação de 0,90% no mês de setembro
Brasil deve fechar ano com 100 milhões de empregados
Governo eleva previsão de crescimento da economia para 2,7%
Atividade econômica tem alta de 1,17% em julho, diz BC
Vendas no comércio recuam 0,8% em julho, mostra IBGE
Setor industrial demonstra otimismo com alta da economia
Fies: dívida pode ser renegociada com desconto de 99%
Mercado financeiro reduz projeção da inflação para 6,4%
Produção de veículos aumentou 8,7% no mês de agosto

TAGS:
MERCADO FINANCEIRO | INFLAÇÃO | SELIC | PIB | CÂMBIO