Setor turístico adota medidas para enfrentar sua maior crise

Indústria do turismo enfrenta maior crise com medidas excepcionais e projetos de expansão.

Em 22/01/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: Reprodução/Panrotas

Em meio aos desafios, a AMResorts, uma empresa pertence ao Apple Leisure Group, decidiu levar adiante um ambicioso projeto de expansão na Europa e na América.

A indústria do turismo enfrenta sua maior crise com medidas excepcionais e também com projetos de expansão para se adaptar à nova realidade do setor, que não deve se recuperar até 2023, afirmou à Agência Efe o presidente de Desenvolvimento Global da rede internacional de hotéis de luxo AMResorts, Javier Coll.

"Esta é a crise mais grave pela qual já passamos, não se compara à de 2008 ou qualquer outra, mas estamos otimistas e acreditamos que até 2023 recuperaremos os níveis e taxas de ocupação de 2019", disse Coll sobre os efeitos da pandemia de covid-19.

Em meio a esse desafio, a AMResorts, uma empresa pertence ao Apple Leisure Group, decidiu levar adiante um ambicioso projeto de expansão na Europa e na América, além de implementar uma série de medidas sanitárias para combater a propagação do vírus, que não deve desaparecer em um futuro próximo.

Nesse sentido, Coll destacou que as mudanças dos protocolos de saúde e higiene "vieram para ficar" e serão responsáveis por acelerar a tecnologia biométrica em toda a indústria de viagens, incluindo aeroportos e hotéis, para que as pessoas possam tocar em objetos o mínimo possível, mesmo que já não sejam necessárias medidas tão extremas como o uso de máscaras em momentos em que seu uso não seja imprescindível.

"Todos estão ansiosos para viajar, e a segurança da viagem e do destino é fundamental para seu sucesso. É por isso que implementamos protocolos que incluem testes de covid-19 e quarentena em nossos hotéis", acrescentou o executivo.

O maior desafio que o setor do turismo enfrenta, segundo Coll, é que "agora a crise é global".

"Já vimos crises antes, mas sempre mais pontuais ou limitadas a determinadas regiões. No entanto, já reagimos e estamos avançando na direção certa", ressaltou.

Protocolos de hihiene

Os protocolos sanitários adotados pelos resorts do grupo e aos quais seus funcionários estão submetidos são abrangentes e incluem testes regulares de covid-19, além do uso de máscaras e da higienização das mãos. Os hotéis também cumprem as normas governamentais de cada país onde estão localizados.

A partir de 26 de janeiro de 2021, a Hospiten, uma rede internacional de hospitais particulares, prestará serviços de saúde aos viajantes na maioria dos destinos da AMResorts.

Os hóspedes também terão que realizar testes antes de deixar os hotéis para poderem receber os resultados antes de retornarem a seus países de origem.

Se uma pessoa testar positivo durante a estadia em um hotel da AMResorts que a impeça de deixar o estabelecimento, ela terá suas despesas cobertas durante até 14 dias.

Este período de quarentena inclui o hóspede e o acompanhante com quem tiver dividido o quarto. Este programa é válido para todos aqueles que viajarem até 31 de março de 2021.

Restrições diferentews em cada país

O nível de ocupação dos hotéis varia muito de acordo com cada país. No México, se situa entre 40% e 50%, enquanto na Jamaica, devido a restrições governamentais, é inferior, e em algumas ilhas do Caribe, como St. Martin, os estabelecimentos estão fechados.

Para Coll, o México será um dos primeiros destinos a se recuperar, e já está a caminho disso.

"A Espanha está interessada, mas as restrições governamentais estão atrasando a recuperação. Nas nossas propriedades nas ilhas Canárias, por exemplo, é necessário apresentar um teste de PCR, e isso reduz o turismo", argumentou.

A AMResorts, uma subsidiária da Apple Leisure Group (ALG), fechou 2020 com 69 hotéis e uma carteira de 59 projetos em desenvolvimento com estabelecimentos no México, no Caribe e na Europa, triplicando assim sua presença na Europa em 2020.

13.590 quartos

A empresa fechou o ano passado com 13.590 quartos, tornando-se a quarta maior rede hoteleira, por número de leitos, na Espanha.

A AMResorts gerencia um total de 69 hotéis e resorts com 24.710 quartos em México, Jamaica, Curaçao, República Dominicana, Costa Rica, Panamá, Espanha e Grécia, e espera ter um total de 103 propriedades até o final de 2021. (EFE Brasil)