Walce supera "pesadelo", volta a jogar após mais de três anos

Zagueiro formado pelo São Paulo passou por interminável recuperação de lesão no joelho.

Em 24/01/2023 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: Gabriel Tadiotto/E.C Juventude

Reconhecido como uma das promessas da base de Cotia, Walce vivia um momento de ascensão no futebol nacional em 2019.

Foram 1141 dias. A espera parecia interminável, mas o zagueiro Walce voltou a disputar uma partida oficial no empate do Juventude com o Inter, no sábado. Longe dos gramados desde janeiro de 2020, quando realizou a primeira intervenção no joelho esquerdo, ele pode abrir um novo capítulo na carreira e se considerar um "vencedor".

Emprestado pelo São Paulo justamente para retomar a carreira, o defensor virou a página ao entrar em campo aos 13 minutos do segundo tempo. A presença em boa parte da etapa complementar é motivo de comemoração para o jovem, que não esconde a felicidade de poder voltar a jogar futebol.

Meu sentimento foi de muita alegria e gratidão a Deus, que foi a minha força total juntamente com minha família, do início até aqui neste momento de recomeço. Sem esse combo, eu jamais conseguiria vencer sozinho - afirmou o zagueiro.

Muita honra em poder vestir a camisa do Juventude, clube centenário de muita história e tradição. Gratidão por eles terem me proporcionado este grande recomeço, na qual farei sempre o meu melhor para honrar esta camisa. E na estreia do time na temporada já tive minha primeira oportunidade e espero poder ajudar mais ainda - complementou.

A aparição na etapa final colocou fim a uma espera impensável para qualquer jogador. Prejudicado por uma série de lesões, o jovem de 23 anos não atuava em uma partida oficial desde 8 de dezembro de 2019, quando o Tricolor venceu o CSA por 2 a 1, em Maceió. O duelo, na ocasião, fechou a campanha do São Paulo no Brasileiro.

O começo de um "pesadelo"

Reconhecido como uma das promessas da base de Cotia, Walce vivia um momento de ascensão no futebol nacional em 2019. Depois de se destacar em competições sub-20, passou a integrar o elenco profissional do São Paulo, sendo utilizado em quatro partidas do Brasileirão e uma da Copa do Brasil.

Em paralelo ao crescimento no clube paulista, o zagueiro se consolidava como uma das lideranças na seleção olímpica, que buscava a vaga para as Olimpíadas de Tóquio. No entanto, o sonho de defender a amarelinha acabou se tornando em um pesadelo em janeiro de 2020.

Walce rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo durante um jogo-treino. Naquele momento, o mundo virou de cabeça para baixo e as noites de choro e dor iniciavam com a saída da concentração da seleção brasileira de cadeira de rodas.

Antes da confirmação da lesão, o zagueiro era um dos ativos tricolores no mercado. Na época, o Villarreal, da Espanha, chegou a consultar sua situação em janeiro de 2019, enquanto que, quase um ano depois, o Red Bull Bragantino ofereceu R$ 27 milhões por 80% dos direitos econômicos. Dias depois da recusa, Walce se machucou.

"O começo foi bem difícil de aceitar, pois eu estava vivendo um momento muito bom. Estava na seleção pré-olímpica, mesmo tão jovem com grandes sonhos que estavam sendo realizados. Mas, com a lesão de um dia para outro tudo acabou se tornando um grande pesadelo. -Zagueiro Walce, do Juventude, emprestado pelo São Paulo"

A partir de então, o atleta passou por uma longa recuperação devido a pouca evolução que o joelho esquerdo apresentava. No total, foram três cirurgias até que ele ganhasse as mínimas condições de projetar o seu retorno ao futebol profissional.

A cronologia das cirurgias de Walce

  • 16 de janeiro de 2020: Walce passa por cirurgia para corrigir a ruptura do ligamento cruzado anterior no joelho esquerdo
  • 14 de outubro de 2020: Uma nova cirurgia após o joelho apresentar sinais de instabilidade articular.
  • 12 de junho de 2021: Novo exame diagnostica uma insuficiência do enxerto, obrigando a terceira cirurgia.

Já no segundo semestre de 2020, o jovem conviveu com os piores dias em meio ao processo de recuperação. Com nove meses longe dos gramados, começou a apresentar sinais de instabilidade no joelho. O novo problema lhe afastou, até mesmo, dos treinos mais leves, o que fez com que alimentasse a dúvida sobre o desejo de voltar a atuar.

Digo que o processo ele te suga tudo que pode: a força física, mental e espiritual. Mas quando você vence o processo ele te devolve tudo isso de um forma muito mais sólida. Teve vários momentos que pensei em desistir por não suportar a dor , e eu tive que suportar em três momentos diferentes, por ter que refazer as cirurgias. Tive também medo e falta de esperança em vários momentos, mas uma coisa eu sempre tive comigo foi a disciplina. Mesmo com o mental esgotado, nunca falhei com a minha disciplina - contou.

A segunda intervenção não foi suficiente para colocar Walce no caminho direto para o retorno. Já em junho de 2021, um novo exame detectou insuficiência no externo, que seria responsável pela recuperação por completo da lesão. Com isso, mais uma cirurgia foi necessária. Com mais de três anos de muita luta e esforço, o zagueiro afirma estar mais forte com os aprendizados do período.

- A dor é o maior professor dessa escola da vida, pois obriga a ser forte, a ser resistente, a persistir e a lutar constantemente. Então digo que hoje tenho um mental muito forte perante ao esporte e a minha vida em particular. Aprendi a ter paciência, a respeitar os processos, a ser resiliente diante de qualquer dificuldade. Não será qualquer dificuldade que irá me parar - concluiu o defensor.

Contratado pelo Alviverde na última semana, Walce terá em Caxias do Sul as primeiras oportunidades de voltar a fazer o que mais gosta. Com as lesões musculares de Gerardo Gordillo e Zé Marcos, o jovem pode até ganhar uma sequência como titular do Ju.

Pela segunda rodada do Campeonato Gaúcho, o clube da Serra Gaúcha enfrenta, nesta terça-feira, o São Luiz, no Estádio Alfredo Jaconi, às 19h. (Por Roberto Peruzzo, do GE)

Leia também:

Programação com atividades orientadas segue em Cachoeiro
Domingo de altas temperaturas na Arena de Verão em Vitória
Alunos do ES se classificam para o Brasileiro de Atletismo
Campeonato Altinha das Comunidades acontece em Vitória
Aulas gratuitas de frescobol e futebol de travinha em Linhares
Manguinhos recebe a 2ª edição do festival ginga de verão
Kleber Andrade recebe jogo entre Rio Branco e Porto Vitória
ES vai representar o Brasil no Sul-Americano de Atletismo
Linhares abre inscrições para o Torneio do Trabalhador
Juliétty Tesch disputa Campeonato Brasileiro de Vela no RJ

TAGS: 
WALCE | ZAGUEIRO | RETORNO | JUVENTUDE | GAUCHO