ES vai sediar Campeonato de Basquete em Cadeira de Rodas

Guarapari vai receber o Campeonato Brasileiro Feminino de Basquete em Cadeira de Rodas.

Em 16/11/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: Secom/ES

A equipe capixaba do Instituto Reabilitacional e Esportivo para Deficientes Físicos do Espírito Santo (Irefes)/Secretaria de Esportes e Lazer (Sesport) vai ser a representante do Estado com nove atletas que são contempladas pelo Bolsa Atleta.

O Espírito Santo vai sediar o Campeonato Brasileiro Feminino de Basquete em Cadeira de Rodas. A competição, que é realizada pela Confederação Brasileira de Basquetebol em Cadeiras de Rodas (CBBC), com o apoio do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), vai acontecer no Sesc de Guarapari, entre a próxima quarta-feira (17) e o dia 21 de novembro.

A equipe capixaba do Instituto Reabilitacional e Esportivo para Deficientes Físicos do Espírito Santo (Irefes)/Secretaria de Esportes e Lazer (Sesport) vai ser a representante do Estado com nove atletas que são contempladas pelo Bolsa Atleta, da Sesport.

Ao todo, serão seis times do País disputando a competição: Adesul, do Ceará; AAbane, da Bahia; Valkirias APP, de Minas Gerais; All Star Rodas Belém e All Star Rodas Pará, ambos do Pará; e Irefes/Sesport, do Espírito Santo. As esportistas Bisa Silva, Bruna Rosa, Evilania de Moraes, Florinda Heâncio, Geisiane Maia, Jéssica Santana, Maria do Carmo Quaresma, Maxcileide Ramos e Silvelane Silva são as bolsistas que vão representar o Estado. A equipe capixaba utiliza o Centro de Treinamento Jayme Navarro de Carvalho, na sede da Sesport, para a realização dos treinos.

O coordenador e treinador do time do Irefes/Sesport, Martoni Sampaio, ressaltou a importância de sediar uma competição de nível nacional.

“Temos um programa na gerência sobre o empoderamento da mulher com deficiência, dentro do programa “Agenda Mulher”. Então, ter esse campeonato em nosso Estado é de extrema importância. Nosso maior objetivo é zelar pelas vidas. Por meio das competições, elas podem buscar a sua emancipação, além da superação de algum trauma ou preconceito sofrido durante a vida”, disse Martoni Sampaio.

Os jogos vão ter entrada gratuita e também serão transmitidos por meio do Canal CBBC TV no YouTube.  

Bolsa Atleta 

Neste ano, o Programa Bolsa Atleta está beneficiando 151 atletas e paratletas de alto rendimento, 30 a mais que no ano passado, alcançando um recorde no número de bolsas concedidas. O auxílio financeiro mensal varia de acordo com a categoria do atleta dentro do edital, sendo R$ 500 (estudantil), R$ 1.500 (nacional), R$ 2 mil (internacional) e R$ 4 mil (olímpico). O investimento total da Sesport no programa é de R$ 2,3 milhões.

O valor recebido pelo atleta pode ser utilizado para cobrir gastos com alimentação, assistência médica, odontológica, psicológica, nutricional e fisioterápica, medicamentos, suplementos alimentares, transporte urbano ou para participar de treinamentos e competições, além da aquisição de material esportivo. (As informações são da Sesport)

Leia também:

Botafogo vence o Operário-PR e garante o retorno à Elite
A CBF demite Leonardo Gaciba da Comissão de Arbitragem
David Luiz eleva nível do Fla, que segue com defesa intacta
Atlético-MG vence o Corinthians e fica mais perto do título
Grêmio vence o Flusão e resgata esperanças de fuga da queda
Federação sorteia grupos do Campeonato Paulista de 2022
Após empate com a Chape, torcida do Fla pede saída de Renato
Grêmio recebe Fluminense no desespero para fugir da Série B
Luciano chega a 9 jogos sem marcar e vive pior jejum no SP
Torcida do Fla aumenta cobrança: “Libertadores é obrigação”
Botafogo goleia Vasco por 4 a 0 e assume a ponta da Série B

TAGS: 
GUARAPARI | SESPORT | BASQUETE | CADEIRA DE RODAS | CAMPEONATO