Aluno da Rede Estadual de Vitória participa de projeto da NASA

Bruno Fernandes, aluno da escola em Vitória está participando do projeto Caça Asteroides.

Em 31/08/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: Divulgação/Sedu

O aluno, que foi diagnosticado tardiamente com Síndrome do Espectro Autista, é muito focado no que faz, segundo o professor Luiz Gustavo Gomes, que o inscreveu no Projeto de Robótica Educacional

Bruno De Lorenzo Fernandes, aluno da Escola Estadual de Ensino Médio (EEEM) Irmã Maria Horta, em Vitória, está participando do projeto Caça Asteroides, da National Aeronautics and Space Administration (NASA). O projeto faz parte do programa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, em parceria com a Agência Espacial Americana (NASA), que envia imagens dos telescópios mais potentes do mundo para equipes inscritas, que podem procurar e nomear os corpos celestes que encontrarem. 

O estudante é atendido pelo professor de Altas Habilidades/Superdotação, Luiz Gustavo Gomes, por quem foi incentivado a participar do projeto. Bruno De Lorenzo Fernandes já identificou três asteroides ainda não catalogados, que foram enviados para análise da NASA. Após constatar que realmente se trata de um asteroide, a NASA passa a observar sua órbita e calcular riscos de futuras colisões com a Terra.  

“Bruno é apaixonado por astronomia e está muito empolgado. Já fiz nossa inscrição para a próxima edição, na Caça aos Asteroides. Caso façamos a descoberta de algum que ainda não foi identificado, poderemos batizá-lo dando nome e estará registrado no Harvard’s Department of Earth and Planetary Sciences (EPS). Nós fazemos os treinamentos específicos para o aprendizado dos programas realizados pelo evento e fazemos a procura dos asteroides, os identificamos e enviamos os relatórios para os cientistas”, explicou o professor. 

O aluno, que foi diagnosticado tardiamente com Síndrome do Espectro Autista, é muito focado no que faz, segundo o professor Luiz Gustavo Gomes, que o inscreveu no Projeto de Robótica Educacional, no Núcleo de Ciências da Ufes, onde aprende programação, elétrica, mecânica e construção de robôs. 

Este ano, Bruno De Lorenzo Fernandes participou da Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA) e, em 2018, foi medalhista de bronze na competição de nível nacional, da Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM) e da Olimpíada Nacional de Ciências (ONC). 

Caça Asteroides 

A II Edição do Caça Asteroides MCTI é um programa realizado em parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações e o International Astronomical Search Collaboration (IASC/NASA), com o objetivo de popularizar a ciência entre cidadãos voluntários. Esses novos cientistas cidadãos serão capazes de fazer descobertas astronômicas originais e participar da astronomia prática. Este programa é de abrangência nacional e internacional.  

Saiba mais em: https://www.gov.br/mcti/pt-br/acompanhe-o-mcti/noticias/2021/04/inscricoes-abertas-para-o-caca-asteroides-mcti. (As informações são da Sedu)

Leia também:

MEC amplia prazo para matrícula da lista de espera no Fies
Alunos de Vila Velha vão colher vegetais que eles cultivaram
Alunos de Vitória na 2ª fase da Olimpíada Nacional de Ciências
Governo anuncia investimentos de R$ 50 milhões nas escolas
Cariacica realiza Projeto de Alfabetização em algumas escolas
Prazo para pedir reaplicação do Encceja 2020 até hoje (27)
Aprender Valor: Linhares inicia a Avaliação de Diagnóstico
Prefeitura de Guarapari anuncia retorno das aulas do berçário
Sedu anuncia mudanças para Novo Ensino Médio Capixaba
Vila Velha inicia projeto de contação de histórias nas escolas
Profissionais das escolas de Vitória encontram soluções criativas
Inscrições abertas para apoio de projetos educacionais no ES
Vitória convoca 329 profissionais para atuar na Rede de Ensino
Prefeitura de Vila Velha oferece Curso de Libras para servidores

TAGS:
ENCCEJA | EJA | AULAS | PROFESSOR | PROUNI | SISU | EDUCAÇÃO | ENEM | ESCOLAS | ENSINO