Rematrícula para 2022 começa nesta sexta (19) em Vitória

O processo para rematrícula é totalmente online e pode ser feito de maneira independente

Em 18/11/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: Elizabeth Nader/PMV

Caso a família necessite de transferir a criança ou estudante para outra unidade de ensino da rede de Vitória, pode fazê-lo no momento da rematrícula.

A chamada agora é para os pais, mães e responsáveis pelas crianças e estudantes matriculados na rede municipal de ensino de Vitória. Começa nesta sexta-feira (19) o prazo para rematrícula das crianças até o grupo 5, na Educação Infantil, até o 8º ano no Ensino Fundamental e até o 2º segmento intermediário na Educação de Jovens e Adultos (EJA). O prazo para a rematrícula vai até o dia 3 de dezembro.

“As famílias e os estudantes que já são maiores de 18 anos devem ficar atentos a essas datas e fazer a rematrícula dentro do prazo, porque isso garante a continuidade das nossas crianças e estudantes na rede para o ano de 2022. Quem preferir, pode fazer de casa a rematrícula pelo Boletim Online, mas quem preferir ir à escola e precisar de auxílio, deve procurar a secretaria escolar a partir de sexta-feira”, orientou a secretária de Educação, Juliana Rohsner.

Como fazer a rematrícula:

O processo é totalmente online e pode ser feito de maneira independente, direto no ambiente virtual “Boletim Escolar Online”, ao qual as famílias têm acesso tanto pelo aplicativo Vitória Online (ícone Boletim Online) ou por meio do endereço eletrônico vitoria.es.gov.br/boletim.

Outra forma de fazer a rematrícula, também de maneira independente, é comparecer à unidade de ensino que disponibilizar computadores para os responsáveis efetuarem esse procedimento, acessando o endereço eletrônico vitoria.es.gov.br/boletim.

Ainda na escola, é possível solicitar o auxílio do servidor que atua na secretaria da unidade de ensino, que lançará os dados solicitados na rematrícula diretamente no Sistema de Gestão Escolar (SGE).

Atenção! O pai, a mãe, responsável ou o próprio estudante, maior de 18 anos, que for à escola para fazer a rematrícula e que nunca acessou o ambiente virtual “Boletim Escolar Online” deverá ter em mãos o CPF para efetuar o cadastro do primeiro acesso.

Atualização de informações

Durante a rematrícula, são atualizadas as informações a da criança ou do estudante, e da família, que impactam na articulação com a unidade de ensino, como atualização dos números de telefones de contato e outras formas de comunicação imediata e institucional; preenchimento de questionário socioeconômico; e atualização do endereço residencial.

Para comprovar a alteração do endereço, é necessário apresentar um comprovante recente, que pode ser IPTU ou contrato de locação, emitido por imobiliária, ou recibo de compra e venda de imóvel, registrado em cartório; conta de água, de energia elétrica, de telefone fixo ou móvel pós-pago; comprovante de TV a cabo; ou boleto de condomínio.

Transferência interna

Caso a família necessite de transferir a criança ou estudante para outra unidade de ensino da rede de Vitória, pode fazê-lo no momento da rematrícula. O resultado e a efetivação da transferência interna dependerão de vaga disponível na unidade pleiteada.

A portaria completa, com outras informações sobre a rematrícula, está no Diário Oficial desta quinta-feira (18), e pode ser acessado aqui(Secom/PMV)

Leia também:

O Presidente do Inep descarta risco à realização do Enem
ES oferece 16 mil novas vagas em Tempo Integral para 2022
Versão impressa concentra maioria dos candidatos no Enem
Inep assegura a realização do Revalida em dezembro
Governo do ES lança Sistema Universidade do Espírito Santo
Alunos de Vila Velha vão ter aulas de Defesa Civil em 2022
Professores de Vila Velha vão receber um abono de R$ 5.200
Serra terá aulas 100% presenciais a partir de segunda-feira (8)
MEC prorroga prazo para renovação de contratos do Fies
Período de matrículas nas escolas de Cariacica começa dia 19

TAGS:
VITÓRIA | REMATRÍCULA | ESCOLAS | EDUCAÇÃO | TRANSFERÊNCIA