Serra apresenta seu sistema de aprovação de projetos à CBIC

Claudio Denicoli apresentou o sistema para a Câmara Brasileira da Indústria de Construção.

Em 28/05/2021 Referência CCNEWS, Redação Multimídia

Foto: Reprodução/Zoom/PMS

Para o secretário de Meio Ambiente do Município de Serra, Claudio Denicoli, vencer a burocracia é essencial para contribuir com o crescimento do país. 

O moderno sistema de Processos Eletrônicos da Prefeitura de Serra, foi apresentado pelo secretário de Meio Ambiente, Claudio Denicoli, nao último dia 21, para a Câmara Brasileira da Indústria de Construção (CBIC).

A prefeitura dispõe de um sistema eletrônico para atender a todas as secretarias. No âmbito da Semma, há o licenciamento ambiental de obras totalmente digital. As respostas para os processos eletrônicos são concedidas com uma média de três dias úteis. Esse serviço é pioneiro no Brasil.

Nos primeiros cinco meses do ano, já foram solicitados à Serra 486 processos de aprovação e 129 de regularização. Neste período, foram concedidos 206 alvarás. A média é de aproximadamente 10 processos protocolados por dia. Agilizar estes trâmites é um dos objetivos da prefeitura de fazer uma grande transformação digital, reduzindo o uso de papel e o tempo gasto com estes trâmites. A expectativa é de que em dois anos, não haja processos em papel na administração.

Denicoli contou aos conselheiros da CBIC que buscou experiências em todo o mundo para implementar o processo que integra a aprovação de projetos  com o licenciamento ambiental eletrônico em Serra.

“Visitei e analisei em países como Alemanha, por exemplo, o funcionamento desses processos. A grande tacada foi padronizar as condicionantes ambientais e inseri-las na aprovação, em um único procedimento. Uma obra de construção não é diferente da outra. Os resíduos e os controles ambientais são os mesmos”, declarou.

Para o secretário, vencer a burocracia é essencial para contribuir com o crescimento do país.  Processos que demoravam oito meses para serem liberados, hoje são resolvidos em seis dias, complementou Denicoli.

O vice-presidente da Área Imobiliária da CBIC, Celso Petrucci, revelou que programas como o da Serra são essenciais, uma vez que a burocracia encarece muito os projetos.

“O custo desta burocracia, desde a aquisição do terreno até a entrega, custava 12% do valor do imóvel. Além de aumentar o prazo da entrega em até dois anos. Por isso é muito necessário desburocratizar”, avaliou. 

O vice-presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Espírito Santo (Sinduscon-ES), Aristóteles Passos Costa Neto, confirmou que o programa da Serra é realmente muito rápido. “Foi ousado e já podemos verificar uma melhora significativa”.

Para o presidente da construtora Morar, Rodrigo Almeida, há uma percepção clara de conscientização do Poder Público sobre a importância de acelerar os projetos.

“O município precisa facilitar o trâmite para que os projetos sejam iniciados de forma mais rápida, uma vez que assim aumenta a arrecadação e a geração de empregos”, reforçou.

Como funciona

As pastas contam com importantes trâmites já digitalizados. Destaque para Aprovação de Projetos com licenciamento ambiental, Regularização de Edificações, solicitação de Certidão de Endereço Oficial e de Consulta ao Plano Diretor Municipal, o que permite que a abertura e toda movimentação seja feita diretamente pelo site da prefeitura.

Os funcionários da PMS podem, mesmo durante o trabalho remoto, realizar análises, encaminhar relatórios e receber o retorno dos requerentes, que conseguirão pelo Portal de Processos Eletrônicos da Prefeitura encaminhar documentos, receber os tributos municipais para pagamento, requerer renovações e retirar alvarás, documentos e projetos aprovados.

O sistema de processos eletrônicos faz parte e um grande projeto de transformação digital, coordenado pela Secretaria de Administração e Recursos Humanos (Sead) estabelecido nas diretrizes da gestão. (Com Secom/PMS)

Leia também:

Prefeitura de Vitória instala novos refletores no Caramuru
Mata Atlântica: Parque da Fonte Grande tem novos mirantes
Nova lei proíbe nomeação de condenados por crimes sexuais
Mega-ação retira mais 28 ton de resíduos da baía de Vitória
Vitória abre agenda para vacinar professores de 40 a 59 anos
Prefeitura retira 111 toneladas de resíduos da baía de Vitória
Prefeitura leva mais iluminação e segurança para São Pedro
Vitória abre agenda para vacinar idosos com 65 anos e saúde
Pesquisa mostra variação de 225% no valor do álcool em gel
Ajuda: Vitória alerta sobre os sinais da violência sexual infantil
Maio Laranja realiza ação educativa na feira de Maria Ortiz
Alunos do 6º ao 9º ano Fundamental voltam às salas de aula
Guarda Municipal de Vitória recebe mais seis novos veículos
Moradores de Vitória pedem consciência no descarte do lixo

TAGS:
PARQUE | SEVIÇOS | OBRAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADE | EMPREGOS | GOVERNO